Instagram

No ‘Encontro’, Fátima deu receita de casamento duradouro

No ‘Encontro’, Fátima deu receita de casamento duradouro
Horas antes de anunciar no Twitter o fim de seu casamento de 26 anos com William Bonner, Fátima Bernardes debateu em seu programa matutino “como manter a paixão depois de anos juntos”. A pauta quase profética foi motivada pela estreia da nova novela das seis da emissora, Sol Nascente. Fátima recebeu no Encontro os atores do elenco Rafael Cardoso, Luís Melo e Aracy Balabanian – esta última que vive no folhetim um romance de longa data com o personagem de Francisco Cuoco.

“São cinquenta e poucos anos de casamento, mas eles são tão apaixonados”, explicou a atriz de 74 anos. “É uma relação de paixão apesar de muitos anos de casados”, comentou Fátima, antes de chamar a matéria que ouviu casais há muito tempo juntos: “Será que isso acontece na vida real? A gente foi para a rua ouvir”.

Depois da reportagem, a apresentadora debateu a questão com os atores de Sol Nascente e com o médico Jairo Bouer. “A gente vê as pessoas sempre falando de algum cuidado em relação ao outro que faz com que talvez isso (o casamento) se mantenha vivo”, disse Fátima. “Essa coisa de criar novidades, da atenção, do carinho, da tolerância… São segredos que fazem um relacionamento durar vinte, trinta, quarenta, cinquenta anos”, observou Jairo.

Rafael Cardoso, em um relacionamento há nove anos, também deu sua receita para uma união duradoura. “São fases. A gente vai trocando as motivações, criando outros objetivos durante a vida”, disse o ator. “Quando a gente sonha junto, fica tudo mais fácil.”

Fátima então ouviu o casal Yousef e Marli, que estava na plateia. Juntos há 56 anos e casados há 54, eles disseram que o segredo da união era “amor, tolerância e família”. A apresentadora quis saber de Yousef: “O senhor conhece bem ela? Quando ela acorda brava?”. “Em 56 anos, tem que conhecer”, respondeu. “É, mas às vezes as pessoas vivem juntas, mas não se conhecem. É verdade”, disse Fátima, em uma fala também quase profética.
Veja
Mais informações »

Coligação "Felipe Guerra Seguindo em Frente" prepara "Onda vermelha" nesta sexta-feira (02)

Coligação "Felipe Guerra Seguindo em Frente" prepara "Onda vermelha" nesta sexta-feira (02)
Imagem: Reprodução
A coligação "Felipe Guerra Seguindo em Frente" que tem como candidato a reeleição, prefeito Haroldo Ferreira e o candidato a vice-prefeito Salomão Gomes, prepara para esta sexta-feira (02/09), uma grande movimentação denominada de "Onda Vermelha". A concentração será na cidade baixa de Felipe Guerra, a partir das 18:00horas. 

"A passeata é um ato simbólico. Quando estamos nas ruas, caminhamos não apenas pela defesa do nosso candidato, mas pelos nossos ideais, por aquilo que acreditamos ser o melhor para a cidade, pela confraternização, e também, para demonstrar à sociedade, aquilo/aquele que rejeitamos: o retrocesso. Vamos inundar a Mira Selva com a onda da alegria por um governo que deu certo!", publicou a página de Haroldo e Salomão no facebook. 

Lembrando que outras novidades é esperado para esta sexta-feira (02).
Mais informações »

Coligação “Felipe Guerra pode Mais” inaugura Comitê em Felipe Guerra

Coligação “Felipe Guerra pode Mais” inaugura Comitê em Felipe Guerra
O candidato a prefeito pela oposição Victor Costa e Vice Paulo Guilherme, estiveram ontem segunda-feira (29), realizando visitas na cidade baixa e na feira livre no centro de Felipe Guerra, vereadores da coligação “Felipe Guerra pode Mais” também estiveram acompanhando Victor Costa e Paulo Guilherme.

Após encerrar as visitas na feira livre da cidade, os militantes realizaram uma passeata pelas principais ruas da cidade de Felipe Guerra. Já no período da tarde os candidatos Victor e Paulo voltaram para o bairro cidade baixa para finalizar as visitas nas residências daquele bairro.
Inauguração do Comitê

Ao finalizarem os trabalhos no Comitê localizado na Avenida Mira Selva próximo ao Cartório da cidade, os militantes resolveram mais uma vez fazer uma passeata de Inauguração do Comitê da Coligação.

Victor Costa e Paulo Guilherme já no Comitê fizeram uso da palavra para agradece os militantes dos Jovens em estarem empenhados nesta luta, Victor e Paulo também agradeceu a toda sua comitiva que também esteve presente.
Informações e Fotos: Comunicação Victor e Paulo‏
Mais informações »

Homem morre esmagado ao tentar roubar fios em poço de petróleo no RN

Homem morre esmagado ao tentar roubar fios em poço de petróleo no RN
O jovem Daniel Morais de Souza, de 18 anos, foi encontrado morto na tarde desta segunda-feira (29) ao lado de uma bomba de petróleo no município de Mossoró, interior do Rio Grande do Norte.

Ele morreu ainda na noite de domingo (28), quando tentava furtar fios de cobre em um poço de petróleo na zona rural.

De acordo com o levantamento da polícia, Daniel e um amigo foram ao local retirar os cabos para vender o cobre, entretanto durante o furto, o jovem foi esmagado pela parte mais pesado da bomba e morreu no local.

Ele sofre um trauma profundo no abdômen com exposição de vísceras.

Quando percebeu o acidente, o amigo de Daniel veio embora e até foi trabalhar na manhã de segunda-feira. Ele disse que foi pressionado a dizer onde estava o amigo e resolveu confessar, levando a polícia até o local.

O corpo de Daniel foi removido pelo ITEP para ser examinado e liberado para sepultamento. O caso será apurado pela Polícia Civil.
Fonte: Mossoró Hoje/Foto: O Câmara
Mais informações »

Bonner e Fátima Bernardes anunciam fim do casamento de 26 anos

Bonner e Fátima Bernardes anunciam fim do casamento de 26 anos
William Bonner e Fátima Bernardes anunciaram nesta segunda-feira, 29, que estão se separando. Os jornalistas, que ficaram juntos por 26 anos, publicaram a mesma mensagem no Twitter na noite desta segunda como forma de comunicado sobre o fim do casamento.

"Em respeito aos amigos e fãs que conquistamos nos últimos 26 anos, decidimos comunicar que estamos nos separando. Continuamos amigos, admiradores do trabalho um do outro e pais orgulhosos de três jovens incríveis. É tudo o que temos a declarar sobre o assunto.  Agradecemos a compreensão, o carinho e o respeito de sempre. Fátima e William", escreveu o casal.

O casamento de William Bonner e Fátima Bernardes, que se conheceram nos bastidores do "Jornal da Globo", aconteceu em 1990. Em 21 de outubro de 1997, Fátima deu à luz trigêmeos. Fátima assumiu a bancada do "Jornal Nacional" em 1998, ao lado William. Eles trabalharam juntos até 2011. Em 2012, ela passou a comandar o próprio programa, "Encontro com Fátima Bernardes"
Ego
Mais informações »

Votação do impeachment será na manhã de quarta-feira, informa Lewandowski

Votação do impeachment será na manhã de quarta-feira, informa Lewandowski
A votação do impeachment da presidente Dilma Rousseff ocorrerá na quarta-feira (31), pela manhã, como anunciado pelo presidente do Supremo Tribunal Federal, Ricardo Lewandowski. Ele tratou do roteiro para o dia final do julgamento ao reabrir os trabalhos na manhã desta terça-feira (30), por volta das 10h30, pouco antes de conceder a palavra para as argumentações finais e debates entre os advogados de acusação e defesa.

Lewandowski não chegou a definir o exato horário da etapa de votação, estimando que possa se iniciar entre 10h e 11h da manhã de quarta-feira. Deixou claro, contudo, que a intenção é usar o tempo que for necessário, até a madrugada de quarta-feira, para que os senadores se manifestem, por até 10 minutos cada um, sobre o objeto da acusação.  A sessão será então suspensa, com retomada ainda na manhã para a votação final.

Logo depois de anunciar que o desfecho do processo será na quarta-feira, com a manifestação do voto de cada senador, o ministro concedeu a palavra para a advogada da acusação, Janaína Paschoal. Com ela teve início o período de debates orais entre a defesa e a acusação, cada um dispondo de uma hora e meia para se manifestar. Serão permitidas réplica e tréplica de uma hora para cada parte. Em seguida, haverá intervalo de uma hora para almoço.

Relatório

À tarde, os senadores inscritos serão chamados um a um para discutir o objeto da acusação, por até 10 minutos cada. A previsão de Lewandowski é de que essa fase possa se prolongar até por volta das 2h da madrugada de quarta-feira. Na retomada da sessão, ainda na manhã de quarta, o ministro deverá apresentar um relatório resumido dos fundamentos da acusação e da defesa, bem como das provas.

Depois, para encaminhar a votação, falarão dois senadores pela acusação e dois pela defesa, por até 5 minutos cada. Lewandowski formulará então aos senadores a seguinte questão: “cometeu a presidente Dilma Rousseff os crimes de responsabilidade correspondentes à tomada de empréstimos junto à instituição financeira controlada pela União e à abertura de créditos sem autorização do Congresso Nacional e deve ser condenada à perda do seu cargo, ficando, em consequência, inabilitada para o exercício de qualquer função pública pelo prazo oito anos?”.

Os senadores que entenderem que ela deve ser condenada, respondem ‘sim’, e os entenderem que deve ser absolvida, respondem ‘não’. A votação será aberta, nominal, pelo painel eletrônico.

Nominuto
Mais informações »

Candidato a prefeito Victor Costa quer seguir o modelo de gestão do pai Hulgo e do primo Braz

Candidato a prefeito Victor Costa quer seguir o modelo de gestão do pai Hulgo e do primo Braz
O candidato a prefeito pela oposição, o médico Victor Costa (PSD) tem dito e reafirmado várias vezes que quer ser prefeito para resgatar e seguir o modelo de gestão do pai Hulgo e do primo Braz. Essa é mais uma prova que Victor Costa não saiu das sombras do pai e nem do primo, e está servindo apenas como um candidato decorativo.

Victor Costa é filho de Hulgo Costa, ex-prefeito por três mandatos e condenado pela justiça a devolver R$ 5,3 milhões de reais aos cofres públicos (AQUI). Já o ex-prefeito Braz Costa Neto teve suas contas desaprovadas pelo Tribunal de Contas do Estado, e foi condenado a devolver mais de um milhão de reais aos cofres públicos que culminou na Operação ‘Ave de Rapina’.

Muitos eleitores que residem dentro e fora do município, que desaprova o modelo de gestão de Hulgo e Braz, precisam pensar uma, duas, três vezes, antes de se deixarem levar pelas “carinhas de anjo” de Victor Costa e Paulo Guilherme, que promete com todas as letras, resgatar o modelo de gestão ultrapassado de Hulgo e Braz, os quais protagonizaram o maior esquema de corrupção política/administrativa da história de Felipe Guerra.
Mais informações »

Equipe de plantão do Hospital Municipal de Felipe Guerra esclarece fato ocorrido na Unidade

Equipe de plantão do Hospital Municipal de Felipe Guerra esclarece fato ocorrido na Unidade
Na tarde desta sexta-feira (26), uma jovem de nome Luana Nascimento publicou em sua rede social, uma acusação grave contra a Unidade Hospitalar Dr. Eilson Gurgel do Amaral, de que sua avó - nome não divulgado - havia sido humilhado "na beira da morte" no hospital de Felipe Guerra e no Hospital Regional Tarsísio Maia (HRTM). 

"Não receberam ela, foi preciso todos nós chamar a polícia fazer confusão pra ela entrar pra ser atendida (no HRTM), sem falar o que aconteceu com ela no grande e ótimo hospital de Felipe Guerra como algumas pessoas chamam e acha que tá sendo ótimo. Uma grande vergonha pra população de Felipe Guerra", disse a jovem Luana Nascimento.

Diante da provocação, solicitamos uma resposta da equipe de plantão do hospital que fez o atendimento, e foi informado em nota enviado com exclusividade para o nosso blog, que a paciente foi atendida e medicada devidamente e seguiu todos os procedimentos necessários para o caso.

Confira:

Venho por meio deste, esclarecer o real fato ocorrido, a paciente deu entrada na unidade acompanhada por familiares, apresentando sinais vitais estabilizados, após consulta foi para o acolhimento pois relatou sangramento nasal (epistaxe), embora já estivesse sem sangramento ativo no momento, e negava outros sintomas, foi atendida e medicada devidamente, ao apresentar mal-estar e sensação de desmaio, foi prontamente atendida, estabilizada com recuperação imediata dos sinais vitais. 

Devido a essa crise, foi providenciada imediata remoção para o HRTM com a paciente estável, consciente, contactante e ainda com sinais vitais estabilizados, acompanhada por uma profissional e em ambulância desta unidade, digo ainda que os familiares ao chegar no HRTM usaram de termos pejorativos chamando as duas unidades de "chiqueiro' que só haviam porcos, infringindo assim o Art. 331.

Contudo a familiar por nome de "Geruza" retornou a unidade e orientamos a procurar a Secretária de Saúde, onde a mesma deixou de almoçar e veio rapidamente, onde por intermédio dela conseguiu entrar em contato com algumas colegas de trabalho para solucionar o problema.

Equipe de plantão do Hospital Municipal Dr. Eilson Gurgel do Amaral
Mais informações »

Câmara Municipal de Apodi empossa José Maria como prefeito

Câmara Municipal de Apodi empossa José Maria como prefeito
Após a Câmara Municipal de Apodi aprovar ontem por 09 votos e 04 abstenções, o afastamento do prefeito Flaviano Monteiro (PC do B), e oficialização da convocação do vice-prefeito José Maria Silva (PSD) para tomar posse, o poder legislativo apodiense realizou na manhã desta sexta-feira 26, sessão extraordinária para posse do novo prefeito do município.

O agora prefeito Zé Maria, fez diante dos vereadores presentes como também de correligionários, o seu juramento de respeitar a constituição e lei orgânica municipal.

O presidente da casa vereador Filho Neto (PPS), assinou com os demais vereadores e o prefeito empossado a ata e o termo de posse, oficializando o empresário ao exercício ao posto de destaque da cidade.

Assumo essa responsabilidade, com temor e tremor, mas ciente das minhas atribuições de gerir esse município com zelo e lisura”, frisou Zé Maria.
Blog do Josenias Freitas
Mais informações »

Vereadores da Câmara de Apodi afastam o prefeito Flaviano Monteiro

Vereadores da Câmara de Apodi afastam o prefeito Flaviano Monteiro
Os vereadores do município de Apodi acabam de afastar o prefeito Flaviano Monteiro do cargo. A decisão gerou confusão na Câmara Municipal, sendo necessária a presença da Polícia Militar para conter os ânimos. A Câmara deve empossar no cargo o vice prefeito Zé Maria nesta sexta-feira, 26.

Votaram pelo afastamento do prefeito Flaviano Monteiro os vereadores:

Ângelo Dagmar, do Solidariedade
Laete Oliveira, do PTN
Nilson de João Lucas, do PMDB
Junior Sousa, do PMDB
Costinha Costa, do PSDC
Hortência Regalado, do PSDB
Bráulio Ribeiro, do Pros
Filho Neto, do PPS (Presidente da Câmara)
Evangelista Menezes, do PR

Por considerar a sessão inválida, se obsteram de votar os vereadores

Sonete Ferreira, do PP
Junior Carlo, do PSB
Genivan Varela, do PC do B
Chico de Marinete, do Pc do B

A Comissão Parlamentar de Inquérito foi instalada porque o prefeito Flaviano Monteiro não prestou qualquer esclarecimentos a Câmara Municipal em oito requerimentos aprovados pela Casa.

A CPI teve os trabalhos presididos pelo vereador Laete Oliveira. Já o vereador Ângelo de Dagmar ficou com a relatoria. No relatório lido no plenário, pediu aos demais membros da casa para afastar o prefeito.

O membro da comissão, Geniva Varela, no entanto, não concordou com o relatório de Ângelo Dagmar e apresentou um relatório a parte, informando que o prefeito Flaviano Monteiro não cometeu crime algum e defendeu o voto dos colegas pelo arquivamento.

Entretanto, a decisão da maioria foi pelo afastamento do prefeito Flaviano Monteiro.

O Decreto Legislativo deve ser publicado no Diário Oficial e logo nesta sexta-feira o presidente da Câmara Filho Neto deve fazer convocação para empossar o vice prefeito Zé Maria no cargo.

A Assessoria Jurídica de Flaviano Monteiro já se manifestou que vai recorrer ao Poder Judiciário, por entender que a decisão da Câmara não seguiu o que rege a legislação e que foi motivada por interesses políticos.
Fonte: Mossoró Hoje
Mais informações »

Governo federal descarta aumento de impostos até 2017

Governo federal descarta aumento de impostos até 2017
O governo já decidiu que não vai aumentar impostos este ano e em 2017 para alcançar a meta fiscal. A informação foi dada hoje (23), pelo ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha, ao reconhecer que a sociedade brasileira não tem mais como arcar com aumentos da carga tributária.

“Já há decisão da área fazendária neste sentido seguindo orientação do presidente Michel Temer. Não haverá aumento de impostos para 2017”. Em consequência, Padilha afirmou que o projeto que cria limites para o crescimento dos gastos públicos com base na variação da taxa da inflação do ano anterior “é inegociável”. Esse cálculo está previsto no Projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), que está sob análise do Congresso Nacional.

“Não há hipótese de o governo trabalhar com a flexibilização [dos gastos]. Claro que a decisão final cabe ao Congresso, mas, se não tivermos a aprovação da contenção das despesas, nós vamos ter uma expansão muito expressiva da dívida publica. É como na casa do João, da Maria e do José: o limite do cartão de crédito e do cheque especial estourou, não tem mais como sacar [dinheiro], então temos que cortar despesas. Dói um pouco, não vai ter mais cinema, festa de final de semana”, comparou.

Padilha disse que, como o governo não vai cobrar da sociedade, a diferença para o equilíbrio das contas públicas terá que vir do cortes de despesas. “Então vamos tirar das estradas, da segurança, uma vez que os gastos com saúde e educação são mantidos constitucionalmente – não pode ser mexido, vamos tirar de onde for possível”.

Reforma da Previdência

O ministro voltou a defender a necessidade da reforma da Previdência. “Nós temos que fazer com que o Brasil seja viável no longo prazo. E há duas coisas que são absolutamente indispensáveis que sejam enfrentadas. Uma é a questão da dívida pública, daí a razão do teto, e a outra é a reforma da Previdência. Se não, em pouco anos, o sujeito chega com seu cartão de aposentadoria no banco e não terá dinheiro necessário para que o pagamento seja feito.”

Aumentos salariais

Eliseu Padilha também confirmou a decisão do governo de não negociar aumentos salariais antes que seja decidida a questão do impeachment da presidenta afastada Dilma Rousseff, uma vez que a negociação estava em desacordo com a própria base de sustentação do governo.

“Essa foi uma decisão tomada durante a reunião do colegiado na última sexta-feira em São Paulo, que concluiu que não havia clima na base. Então o governo decidiu suspender [a negociação] até pelo menos depois da votação do impeachment”. A decisão, segundo Padilha, vai atingir todas as categorias que tiverem alguma ligação com o Executivo.

O ministro deu as informações em entrevista, no Rio Media Center, para apresentar, ao lado do prefeito Eduardo Paes, o balanço final dos Jogos Olímpicos de 2016.
Agência Brasil
Mais informações »

As perseguições políticas da era Costa em Felipe Guerra

As perseguições políticas da era Costa em Felipe Guerra
Conforme anunciado na sexta-feira, 19 de agosto, hoje passo a fazer um resgate histórico acerca da política felipense, no tocante as administrações públicas passadas, abordando temas como: perseguição política; exclusão social, desmandos com o erário público; escândalos de corrupção; projeto familiar de poder; origem política; realizações administrativas; legado político; dentre outros.

Perseguição Política

A história política de Felipe Guerra é marcada por muitos episódios lamentáveis de perseguição política registrados em gestões públicas municipais passadas. Vale ressaltar que perseguição política caracteriza crime de improbidade administrativa e que atualmente a Justiça brasileira mostra celeridade na apuração dos casos.

Em um passado recente a impunidade no tocante a perseguição política reinava no interior brasileiro, como era o caso da cidade de Felipe Guerra, onde a sociedade recorda até hoje os mais diversos casos envolvendo especialmente o funcionalismo público.

Conhecendo bem a história de Felipe Guerra, no dia 05 de agosto, quando acompanhava a Convenção Municipal do PSD, que homologou a chapa Victor Costa e Paulo Guilherme em Felipe Guerra, fiquei indignado com a cara-de-pau de algumas figuras que integram o grupo político de oposição naquela cidade.

Em seus discursos em defesa da retomada do poder, ex-prefeitos e ex-vereadores tiveram o disparate de acusar o atual prefeito Haroldo Ferreira, que é candidato a reeleição, de ser um político “ditador” e “perseguidor”.

Aquelas figuras manjadas, principalmente os ex-prefeitos Hulgo Costa e Braz Costa, bem como o ex-vereador Gilvan de Souza – o mais exaltado, certamente estavam ali subestimando a capacidade intelectual alheia e achando que o povo felipense tem memória curta.

Gestões Hulgo Costa

Hulgo Costa, que vem a ser filho do saudoso ex-prefeito Francisco Chagas da Silva (‘Titico de Adelino’) e pai do atual candidato a prefeito Victor Costa (PSD), governou Felipe Guerra por três vezes e foi o maior perseguidor político de toda a história do município.

A fama de perseguidor de Hulgo Costa veio logo no início de sua vida pública, quando ele escorraçou o saudoso ex-prefeito Raimundo Pascoal e família da Prefeitura de Felipe Guerra e demais repartições públicas do município.

Lembrando que Raimundo Pascoal foi o criador de Hulgo Costa, tendo-o feito prefeito em cumprimento a um compromisso firmado com o saudoso ex-prefeito ‘Titico de Adelino’, pai de Hulgo, que na época já não era mais vivo.

Chegando a Prefeitura de Felipe Guerra, movido por ambição Hulgo Costa traiu Raimundo Pascoal, quebrando todos os compromissos firmados com ele e implementando o projeto de poder da família Costa. Um projeto tão ambicioso e restritivo que não deixou espaço se quer para abrigar o saudoso Raimundo e sua família.

Hulgo Costa desvinculou todos os membros da família Pascoal que não eram efetivos no quadro de servidores da municipalidade, e aqueles que eram efetivos ele preferiu que ficassem em casa, ganhando sem trabalhar, para que estes não pusessem os pés na Prefeitura.

Na época em que Hulgo Costa era prefeito de Felipe Guerra, os servidores públicos efetivos do município só ganhavam meio salário mínimo. Sem contar que muitos trabalhavam sem nenhum vínculo empregatício, e tinham que ler uma cartilha ditatorial se quisessem receber seus vencimentos. Caso contrário, recebiam sempre em atraso e acompanhado de muitas palavras humilhantes. Muitos servidores foram dispensados sem qualquer benefício, tendo negados seus direitos trabalhistas, depois de terem prestado anos de serviços a municipalidade.

Um concurso público realizado em uma das gestões do então prefeito Hulgo Costa resultou em várias ações judiciais, que até hoje algumas ainda tramitam na Justiça, movidas por servidores aprovados em colocações privilegiadas, mas que nunca exerceram a função, pois o então prefeito simplesmente ignorou a ordem de aprovação do concurso e convocou os aprovados como ele bem quis.

Gestões Braz Costa

As duas gestões do ex-prefeito Braz Costa Neto, primo/cunhado de Hulgo Costa, escolhido por Hulgo para dar continuidade ao projeto de poder da família Costa em Felipe Guerra, não se diferenciou das gestões Hulgo Costa. O modus operandi foi praticamente o mesmo, paralelo a uma capacidade jamais vista de praticar desmandos administrativos.

Braz protagonizou muitos episódios de perseguição a servidores públicos, principalmente das áreas da educação e saúde. Aquele que contrariasse qualquer interesse do grupo governista, era transferido para locais de trabalho distantes, como forma de punição.

A única diferença notada entre Hulgo e Braz no tocante a forma de perseguir, era que Hulgo tinha prazer em dar NÃO e humilhar das mais diversas formas o adversário. Já Braz carregava o SIM na ponta da língua. Raramente dava um NÃO. Seu prazer era cansar o adversário sempre renovando a promessa e mandando voltar outro dia.

Enfim perseguição política nas gestões dos ex-prefeitos Hulgo Costa e Braz Costa aconteciam das mais diversas formas, com as mais diversas classes, alcançando e prejudicando servidores, comerciantes, famílias humildes, vereadores, profissionais de imprensa e etc.

'Pinga Fogo' por Erinaldo Silva
Rede News 360
Mais informações »

Igreja de Cristo realiza grande evento evangélico em comemoração aos 52 anos de história

Igreja de Cristo realiza grande evento evangélico em comemoração aos 52 anos de história
Na noite de ontem (21), a Igreja de Cristo realizou uma grande festa em comemoração aos seus 52 anos de história no Auto Posto Amorim em Felipe Guerra. Na oportunidade, esteve pregando a palavra, o Pastor Joel Medeiros e cantando os louvores de sucesso, o cantor Marcos Antonio. A festa foi considerado uma 'benção" e sendo uma das maiores do município, atraindo inclusive milhares de pessoas de toda região Oeste do Rio Grande do Norte. 

Em tempo...

Em um certo momento, o cantor Marcos Antonio deu uma pausa para elogiar o trabalho do prefeito de Felipe Guerra, Haroldo Ferreira de Morais (PSB) dizendo que a autoridade é constituída por Deus e ainda improvisou um ritmo chamando "Haroldinho de Jesus". 

Porém, o momento não era propício devido a época de campanha eleitoral, e  o cantor talvez nem soubesse da guerra política doente que existe no município de Felipe Guerra. Mesmo existindo vários motivos pra ter elogiado o prefeito,  Marcos não sabe o quanto boa parte da população felipense vive a política ao pé da letra e por isso, tem desagradado algumas pessoas presente no evento evangélico. 

É importante observar, que nenhuma culpa pode ser atribuída ao prefeito Haroldo Ferreira e tão pouco ser atribuída à Igreja de Cristo de Felipe Guerra, realizadora do evento. Todos foram pega de surpresa pela atitude espontânea do cantor convidado, que teve o livre direito de expressar suas palavras.

Alguns interpretam o fatídico como politicagem, mas vale lembrar que situações semelhantes e piores já ocorreram em outrora na nossa cidade. Não condenamos o cantor pelo fatídico, e como diz no livro de João 8: "Aquele que não tiver pecado que atire a primeira pedra".
Mais informações »

Candidato a reeleição, prefeito Haroldo Ferreira segue cumprindo agenda de visitas na Zona Urbana de Felipe Guerra

Candidato a reeleição, prefeito Haroldo Ferreira segue cumprindo agenda de visitas na Zona Urbana de Felipe Guerra
O candidato a reeleição, prefeito Haroldo Ferreira (PSB), e o candidato a vice-prefeito, vereador Salomão Gomes (PR), segue cumprindo suas agendas em busca de votos nas ruas da Zona Urbana de Felipe Guerra.

Haroldo e Salomão, tem sido muito bem recepcionado em todas as casas, e recebido muitos apoios em torno da continuação de sua gestão de resultados que tem alto índice de aprovação popular. 

O prefeito iniciou suas visitas nos dias 18, 19 e cumpre neste sábado (20), as visitas nas Ruas: Francisco Diógenes, R. Pedro Victor, R. Adelino Bonifácio, R. Maria Valda Góis, R. Profª Abigail Feitosa Pascoal.

Segue as fotos da Assessoria de Campanha de "Haroldo e Salomão 40" entre os dias 18 e 19

Mais informações »

Espaço do Leitor...

Espaço do Leitor...
O 'espaço do leitor' é dedicado especialmente para os nossos internautas que deixa sua opinião em uma de nossas postagens sobre os mais diversos assuntos. A escolha do comentário fica a critério do nosso blog e você pode deixar seu comentário se identificando ou não.

Confira o comentário de hoje. Postagem: O atual momento político em Felipe Guerra
Amigos felipenses. A imagem trata-se da ficha de inscrição de Haroldo Ferreira quando do seu ingresso na Casa do Estudante de Mossoró. Podemos observar também que teve um pai ausente. Reparem também que ele era responsável por si mesmo e que ali chegava para cursar educação física, diga-se de passagem, numa Universidade Pública. Naquela residência sentiu fome sem ter como saciar-la, assim como muitos que por lá passaram. Na presidência da Casa construiu refeitório e banheiros e além de se tornar um pedinte em nome dos estudantes se revelou um grande administrador. Quis o destino que viesse a ser prefeito de Felipe Guerra e para provar que sabe administrar tirou a cidade do caos em que se encontrava. Hoje junta-se a Salomão Gomes, um homem com trajetória semelhante e de um caráter indiscutível. Sem sombra de dúvidas, os mais capacitados para continuar comandando nossa cidade. 

O percurso de seus oponentes nas urnas em outubro próximo se fez na direção inversa. Victor Costa JAMAIS trabalhou, enquanto fez faculdade particular de medicina morou em apartamento de luxo e seu pai o mantinha desviando dinheiro público da prefeitura (segundo fontes do Ministério Público) e por isso o chamam filho da corrupção. Seu parceiro de chapa não conhece dificuldades na vida, sempre teve tudo aos seus pés. Ambos desconhece as mãos calejadas do povo pobre de Felipe Guerra e dizem querer transformar suas vidas. Quando dizem que precisamos de transformação ambos ADMITEM que a mudança aconteceu e de fato aconteceu, mas pelas mãos de Haroldo Ferreira! Sei que o voto é democrático e todos tem o direito de errar, mas escolher nunca foi tão fácil e entre essas opções é algo muito simples, basta refletir um pouco.
Gleicigene Bezerra
Mais informações »