Instagram

Haroldo Ferreira tem 56% e Victor Costa, 36,75% na disputa em Felipe Guerra, aponta pesquisa

Haroldo Ferreira tem 56% e Victor Costa, 36,75% na disputa em Felipe Guerra, aponta pesquisa
 A Pesquisa SENSATUS foi realizada nos dia 22 e 23 de setembro e entrevistou 400 eleitores e está registrada com o Nº RN-01530/2016.

Na Pesquisa Espontânea, Haroldo Ferreira (PSB), aparece com 56,00%, enquanto seu adversário, Victor Costa (PSD), tem apenas 36,75%. Ninguém/Branco/Nulo,  3,00% e Não sabe/Não opinou, 4,25%.

O prefeito e candidato à reeleição, Haroldo Ferreira (PSB), é o grande favorito na disputa da Prefeitura Municipal de Felipe Guerra. De acordo com o Instituto SENSATUS, ele lidera, tanto na Pesquisa Espontânea, quando na Pequisa Estimulada.

OBS: Na pesquisa espontânea, uma pergunta é feita aos entrevistados e não é dada nenhuma alternativa para resposta. No caso das pesquisas estimuladas, uma lista é passada para os entrevistados escolherem algumas das alternativas. 
Fonte: Blog Carlos Costa
Mais informações »

Victor Costa não consegue proibir divulgação da Pesquisa SENSATUS

Victor Costa não consegue proibir divulgação da Pesquisa SENSATUS
O candidato à Prefeitura Municipal de Felipe Guerra, Victor Costa (PSD), não conseguiu proibir, através de sua coligação, a publicação da Pesquisa SENSATUS.

Victor Costa foi derrotado na Justiça Eleitoral e a Pesquisa SENSATUS será divulgada neste sábado, 1º de outubro, pelo Blog do Carlos Costa.
Mais informações »

Atenção: Notas falsas de cem reais estão circulando em Felipe Guerra

Atenção: Notas falsas de cem reais estão circulando em Felipe Guerra
"Cédula de 100 reais meia grossa" - (Foto: Juca Ferreira)
Um cidadão de Felipe Guerra denunciou publicamente em sua rede social, que está circulando na cidade e região, notas falsas. A informação serve para que os comerciantes tenham atenção redobrada na hora de receber notas de 100 reais. 

O cidadão Juca Ferreira resolveu chamar atenção da sociedade para que todos tomem cuidado ao receber notas falsas. Ele percebeu a diferença na nota de 100 reais em um dos comércio da cidade, e de forma espontânea resolveu informar a polícia sobre a circulação de cédula falsa na cidade e região. 

Segundo Juca Ferreira que também é detectivo profissional, acredita que os golpistas se aproveitam em dias que está circulando muito dinheiro.  "O comércio onde recolhi sabe que é falsa porque alertei. Ao levar para o banco, confirmei que a nota realmente era falsa. E como está circulando muito dinheiro estes dias, muita gente se aproveita pra aplicar o golpe", disse.

A nota de 100 reais foi repassada em um comércio da cidade. O responsável não sabia precisamente o dia exato em que a nota foi deixada no estabelecimento. 

Fica o alerta para os comerciantes e funcionários, neste período em que a incidência está sendo maior, que tenham cautela e precaução. Há notas em que a adulteração é perceptível, mas há outras que exigem muita atenção, principalmente nos dias de maior movimento, quando o troco tem de ser feito rapidamente.

O Banco Central lembra que as notas falsas não são trocadas. O BC apenas examina se elas são verdadeiras ou não. A falsificação de moeda é crime previsto pelo Código Penal, com pena de 3 a 12 anos de detenção.
Mais informações »

Coligação quer impedir divulgação de dados da pesquisa em Felipe Guerra

Coligação quer impedir divulgação de dados da pesquisa em Felipe Guerra
A Coligação "Felipe Guerra Pode Mais" que tem a frente o candidato a prefeito pela oposição, Victor Costa (PSD) e a vice-prefeito, Paulo Guilherme (SDD), chapa lançado pelo ex-prefeito Hugo Costa, entrou com uma representação contra a empresa Sensatus Pesquisa e Consultoria que está para divulgar uma pesquisa no âmbito do município.

A divulgação dos dados da pesquisa inicialmente previsto para ser divulgado na última quinta-feira (29) foi remarcado para ser divulgado neste sábado (01/10).

A coligação liderado pelo ex-prefeito Hugo Costa tenta impedir a divulgação da pesquisa, por motivos ainda não identificados. A empresa responsável pela pesquisa já recebeu o mandado de intimação e responderá todos os questionamentos que forem necessário para que a justiça eleitoral possa tomar alguma decisão. 

A representação está registrado sob o número: 212-90.2016.6.20.0035
Mais informações »

Governo do Estado diz que vai fechar hospital regional de Apodi

Governo do Estado diz que vai fechar hospital regional de Apodi
O secretário de Saúde do Rio Grande do Norte, George Antunes, anunciou que vai fechar o Hospital Regional Hélio Morais Marinho, de Apodi, em até 30 dias. A medida faz parte de um ajuste de gastos. 

O mesmo deverá acontecer com o Hospital Regional de Caraúbas. 

Com o fechamento, os funcionários poderão ser realocados para Pau dos Ferros e Mossoró ou continuar no município caso a prefeitura decida manter a unidade hospitalar. 

George destacou que os serviços prestados nestes hospitais, como o de Apodi, prevalecem os serviços ambulatoriais. Estes serviços são pagos pelo Sistema Único de Saúde diretamente para a prefeitura, mas o dinheiro repassado pelo Governo Federal não está sendo investido no hospital, deixando todo o funcionamento da unidade sob responsabilidade do Estado. 

E agora?
Fonte: Blog do Josemário Alves
Mais informações »

Tiros matam candidato a prefeito de Itumbiara (GO) e ferem vice-governador

Tiros matam candidato a prefeito de Itumbiara (GO) e ferem vice-governador
O candidato à Prefeitura de Itumbiara (GO), José Gomes da Rocha (PTB), morreu na tarde desta quarta-feira (28/9), após ser baleado enquanto participava de um ato de campanha. Gomes chegou a ser socorrido, mas não resistiu a um sangramento profundo e morreu no hospital.

O governador em exercício de Goiás, José Eliton Júnior, também foi alvejado. Ele foi encaminhado para uma unidade de saúde em Itumbiara e passa por uma cirurgia neste momento. De acordo com o Governo do estado, os dois políticos estavam em um carro de som quando um homem em um veículo surgiu atirando. Um policial também foi atingido. A carreata contava ainda com a participação do deputado Jovair Arantes (PTB-GO), relator do processo de impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff na Câmara.

Gomes já foi prefeito de Itumbiara por duas gestões, entre 2005 e 2012. Antes, já havia sido eleito quatro vezes para o cargo de deputado federal, tendo trabalhado no Congresso Nacional de 1989 a 2003. Em 2014, foi condenado por improbidade administrativa por soterrar duas lagoas que ficavam em uma área de preservação ambiental.

Por conta da condenação, Gomes quase teve sua candidatura impugnada. O registro só foi homologado no dia 9 de setembro deste ano. À época, o juiz Flávio Fiorentino, da 16ª Zona Eleitoral, decidiu aprovar o nome de Gomes para as eleições argumentando que, apesar de haver processos contra o ex-prefeito, não existe nenhuma condenação por enriquecimento ilícito contra ele.

Já Eliton está no segundo mandato como vice-governador de Goiás e acumula o posto de secretário de Segurança Pública e Administração Penitenciária. Atualmente, ele está substituindo interinamente o governador Marconi Perillo, que está em uma missão comercial nos Estados Unidos.

Fonte: Correio Braziliense
Mais informações »

Saiba o que é permitido e proibido no dia da eleição

Saiba o que é permitido e proibido no dia da eleição
No próximo domingo, 2 de outubro, os felipenses voltam às urnas para elegerem o novo mandatário da cidade e 9 vereadores. A cada eleição, muitas dúvidas permanecem sobre o que é permitido e proibido no dia da votação.

De acordo com a Lei nº 9.504/1997 é permitida, no domingo, a manifestação individual e silenciosa da preferência do eleitor por partido político, coligação ou candidato, por meio do uso de bandeiras, broches, dísticos (letreiros) e adesivos.

No momento de votar, o eleitor também pode levar para a cabina uma “cola”, um lembrete, ou seja, um papel com os números de seus candidatos. É proibido, no entanto, o uso de celular ou máquina fotográfica.

A legislação estabelece outras vedações no domingo, como, por exemplo, a aglomeração de pessoas portando vestuário padronizado, bem como bandeiras, broches, dísticos e adesivos que caracterizem manifestação coletiva, com ou sem utilização de veículos.

Também não é permitido, nas seções eleitorais e juntas apuradoras, aos servidores da Justiça Eleitoral, aos mesários e aos escrutinadores o uso de vestuário ou objeto que contenha qualquer propaganda de partido político, de coligação ou de candidato.

A Lei nº 9.504/1997 estabelece ainda que fiscais partidários não podem, nos trabalhos de votação, utilizar vestuário padronizado, sendo-lhes permitido somente o uso de crachás com o nome e a sigla do partido político ou coligação.

No domingo, é proibido e configura crime o uso de alto-falantes e amplificadores de som ou a promoção de comício ou carreata, a arregimentação de eleitor ou a propaganda de boca de urna e a divulgação de qualquer espécie de propaganda de partidos políticos ou de seus candidatos.

Informações: Mossoró Hoje
Mais informações »

Retomada do poder? Desculpe, mas não será dessa vez

Retomada do poder? Desculpe, mas não será dessa vez
Pinga Fogo por Erinaldo Silva - Em Felipe Guerra, onde a princípio muitos acreditavam que neste ano vivenciariam um pleito eleitoral acirrado, o que percebemos faltando menos de uma semana para as eleições é uma campanha decidida.

Como se não bastasse o favoritismo do atual prefeito Haroldo Ferreira, que disputa a reeleição estando à frente de uma gestão de resultados e aprovada pelo povo, o ex-prefeito Hulgo Costa que para alguns ainda seria uma “grande liderança”, se mostra ultrapassado em sua forma de fazer política. Haja vista que lançou uma chapa inexpressiva, formada por dois jovens sem nenhuma experiência política e muito menos administrativa.

Logo no seu primeiro discurso Victor Costa confirmou aquilo que já imaginávamos: indicado por políticos fichas sujas para tentar a retomada do poder, declarou que está candidato para se eleito resgatar o modelo de gestão usado pelos ex-prefeitos Hulgo Costa e Braz Costa, nos quais Victor disse se espelhar e ter orgulho por tê-los como principais apoiadores.

Ora, o povo felipense jamais esquecerá a era Costa, pois foi o mais infeliz período da nossa história. Na área da saúde pública faltava médicos, medicamentos, combustível para as ambulâncias e etc. Na educação faltava merenda escolar, transporte para os alunos e as escolas eram sucateadas. O funcionalismo público efetivo contabilizava 6 meses de salário atrasado. Os recursos sumiam das contas da Prefeitura. Os escândalos de corrupção eram constantes e a perseguição política rolava solta.

Ao externar que pretendia trazer de volta o modelo de gestões passadas, comandadas pelo pai e pelo primo, Victor Costa perdeu definitivamente as condições de fazerem um enfrentamento com possibilidade de êxito.

O povo felipense não quer voltar ao passado.

A rejeição ao projeto de retomada do poder, comandado pelo ex-prefeito Hulgo Costa é vista claramente nas ruas e nas redes sociais.

Veja que, do início até aqui, a campanha de Victor Costa, que já nasceu com características de fracassada, foi revelando sua decadência. A cada manifestação menos pessoas companham.

Sem ter mais o que fazer para contornar a situação, o desespero se instalou nos adversários de Felipe Guerra, por isso partem para as calúnias, ofensas pessoais e até agressões físicas.

No dia dois de outubro, depois das 17 horas, certamente os adversários de Felipe Guerra vão olhar uns para os outros e questionar entre si acerca do fracasso.

Desde já eu digo:

Perceberão que faltou inteligência nos que achavam que Hulgo Costa seria a solução. O caminho era rejeitar a volta de Hulgo Costa, isolar o ex-prefeito Braz Costa e continuar com Iolanda Tavares. Feito isso não estariam sem discurso e sem moral, como estão agora. Poderiam não obter êxito neste ano, mas não sofreriam uma derrota tão acachapante.

Perceberão que Hulgo não é tão Hulgo sem o poder econômico e que o tão falado “pulo do gato” nunca existiu. O fato é que Hulgo Costa não têm e nunca teve o poder da conquista. O que ele tinha era o poder de compra, o qual não tem mais.

Perceberão que o povo felipense não é burro para permitir o retrocesso de uma cidade tão boa para os que nela vivem, por motivos fúteis ou simplesmente para atender aos caprichos de uma corja que não sabe fazer outra coisa a não ser meter as mãos imundas em cofre de Prefeitura.

Fonte: Rede News 360
Mais informações »

Felipe Guerra: Pesquisa eleitoral é registrada no TRE e resultado será divulgado nesta quinta-feira (29)

Felipe Guerra: Pesquisa eleitoral é registrada no TRE e resultado será divulgado nesta quinta-feira (29)
A Sensatus Pesquisa e Consultoria irá divulgar na próxima quinta-feira (29) através dos meios de notícias mossoroense, o resultado de uma pesquisa de intenção de voto na disputa pela vaga na Prefeitura Municipal de Felipe Guerra, na Região Oeste Potiguar. A pesquisa eleitoral foi registrada no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) neste sexta-feira (23).

O candidato a prefeito pela reeleição, Haroldo Ferreira (PSB) e o candidato a prefeito pela oposição, médico Victor Costa (PSD) disputam as eleições 2016 no município. A amostragem da pesquisa foi distribuída proporcionalmente utilizando os bairros da cidade em estudo, subdivididos entres as zonas urbanas e rurais. 

Os bairros da zona urbana são: Cidade Alta e Cidade Baixa e os que compõe a zona rural: Arapuá, Mulungu, Poço Tilon, Brejo, Santana, Tabuleiro, Boqueirão I e II, Fazenda Nova, São Lourenço I e II, Pindoba I e II, Alto da Boa Vista, Riacho Preto, Passagem Funda, Rosário, Pacó, Cangalha, São Gonçalo e Cote.
Mais informações »

Ensino médio: português e matemática serão únicas obrigatórias; veja o que muda

Ensino médio: português e matemática serão únicas obrigatórias; veja o que muda
Português e matemática serão os dois únicos componentes curriculares obrigatórios nos três anos do ensino médio, de acordo com o novo modelo para a etapa anunciado hoje (22) pelo governo. A definição está em medida provisória (MP) assinada pelo presidente Michel Temer. Atualmente, a etapa tem 13 disciplinas obrigatórias para os três anos.

A MP prevê a flexibilização do ensino médio com o objetivo de torná-lo mais atraente para o jovem, segundo o ministro da Educação, Mendonça Filho. Os componentes curriculares que deverão ser ensinados no período obrigatoriamente serão definidos na Base Nacional Comum Curricular, que começará a ser discutida no próximo mês e deverá ser definida até meados do ano que vem, segundo o Ministério da Educação.

De acordo com a medida provisória, cerca de 1,2 mil horas, metade do tempo total do ensino médio, serão destinadas ao conteúdo obrigatório definido pela Base Nacional. No restante da formação, os alunos poderão escolher seguir cinco trajetórias: linguagens, matemática, ciências da natureza, ciências humanas - modelo usado também na divisão das provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) - e formação técnica e profissional.

“O novo ensino médio tem como pressuposto principal o protagonismo do jovem. Hoje é bastante engessado. Esse modelo caminha na direção da flexibilidade”, disse Mendonça Filho.

Arte e Educação Física

O texto, que modifica a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (Lei 9.394/1996), determina o fim da obrigatoriedade do ensino de arte e de educação física no ensino médio. As disciplinas serão obrigatórias apenas no ensino infantil e fundamental.

As mudanças passarão a valer 180 dias após a publicação da Base Nacional, ou seja, não modificam o atual currículo. De acordo com o secretário de Educação Básica do Ministério da Educação, Rossieli Silva, a intenção é enxugar na lei as obrigatoriedades do ensino médio. “Agora a Base Nacional tem que dizer o que é e o que não é obrigatório nesse um ano e meio. Se eu vou definir ênfases, como eu posso ter todos os conteúdos do mundo? Se eu digo que os 13 conteúdos são obrigatórios?”, questionou.

Segundo Silva, artes e educação física, assim como conteúdos como filosofia e sociologia certamente estarão garantidos na Base Nacional Curricular Comum e poderão voltar a ser obrigatórios.

Idiomas

O inglês passa a ser a língua estrangeira obrigatória que deverá ser ensinada em todas as escolas de ensino médio. Outros idiomas podem ser ensinadas em caráter optativo.

A MP abre a possibilidade que os estados tenham mais autonomia nas decisões referentes a essa etapa da educação básica. Um sistema de ensino poderá, por exemplo, definir um sistema de crédito, no qual um aluno cursa determinados períodos e, caso deixe a escola, possa retomar o curso de onde parou e não tenha, necessariamente, que cursar um ano inteiro.

Também está previsto na MP que os créditos adquiridos pelos alunos nesse caso poderão ser aproveitados no ensino superior, após normatização do Conselho Nacional de Educação (CNE) e homologação pelo MEC. Ao entrar na universidade ou no ensino tecnológico, a trajetória escolar do aluno será considerada e ele não precisará cursar matérias que envolvem conhecimentos e competências que já possui.

Carga horária

A reforma também determina que a carga horária mínima anual da etapa deverá ser progressivamente ampliada para 1,4 mil horas, o que tornará o ensino médio integral, com 7 horas por dia.

A expectativa do MEC é que as primeiras turmas que seguirão a formação de acordo com o Novo Ensino Médio começem em 2018, após a aprovação da Base e da MP pelo Congresso Nacional. Não há prazo para que as redes de ensino se adequem às mudanças, mas o Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed) trabalha com o cronograma do Plano Nacional de Educação (PNE), que deve ser implementado até 2024.

Ensino técnico

Entre as trajetórias que os estudantes poderão escolher está a formação técnica. Os alunos serão certificados e seus itinerários formativos permitirão a continuidade dos estudos. Essa oportunidade de formação vai ocorrer dentro do programa regular, sem a necessidade de o aluno estar cursando o período integral. No ensino técnico, os alunos poderão ser certificados a cada etapa que cumprirem, recebendo uma certificação das competências adquiridas até ali.

As aulas técnicas poderão ser ministradas por profissionais com notório saber - ou seja, sem formação acadêmica específica na área que leciona -, reconhecido pelos respectivos sistemas de ensino para ministrar conteúdos afins à sua formação. “Isso não vale para os demais conteúdos, se eu tenho o ensino de filosofia, eu vou continuar tendo que ter um professor formado em filosofia, isso não muda. Vale apenas para o ensino técnico”, explicou o secretário de Educação Básica.

Resultados

A reforma do ensino médio passou a ser priorizada pelo governo depois que o Brasil não conseguiu,  por dois anos consecutivos, cumprir as metas estabelecidas para essa etapa da formação. Dados do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), que mede a qualidade do ensino no país, mostram que o ensino médio é o que está em pior situação quando comparado às séries iniciais e finais da educação fundamental: a meta para 2015 era nota 4,3, mas o índice ficou em 3,7.

Atualmente, o ensino médio tem 8 milhões de alunos, número que inclui estudantes das escolas públicas e privadas. Segundo o Ministério da Educação, enquanto a taxa de abandono do ensino fundamental foi de 1,9%, a do médio chegou a 6,8%. Já a reprovação no nível fundamental é de 8,2%, frente a 11,5% no ensino médio.

Agência Brasil
Mais informações »

Trio tenta matar presidiário a tiros após saída do CDP de Apodi

 Trio tenta matar presidiário a tiros após saída do CDP de Apodi
O detento João Victor de Oliveira Sales, de 23 anos, foi alvo de um ataque a tiros na manhã desta quinta-feira (22) no bairro Bico Torto em Apodi. Ele saía do Centre de Detenção Provisória (CDP), onde cumpre pena no regime semiaberto, quando foi baleado em via pública.

De acordo com a polícia, ainda não se sabe os motivos da tentativa de homicídio. Os atiradores estavam em um veículo de cor preta. Após o crime, eles fugiram para a zona rural, mas foram presos logo em seguida.

Tratam-se de Francisco Denilson da Silva, Paulo Henrique da Silva e Mikeias Pinheiro da Silva. Ambos foram ouvidos e ficaram detidos no Centro de Detenção Provisória da cidade, onde aguardarão decisão da justiça

A vitima perdeu muito sangue no local e foi socorrido ao Hospital Regional Hélio Morais Marinho pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU). Ele não corre risco de morrer.

O delegado Renato Oliveira irá investigar o caso.
Fonte: Josemário Alves
Mais informações »

Candidato a prefeito já demonstra arrependimento de ter entrado na disputa

Candidato a prefeito já demonstra arrependimento de ter entrado na disputa
Existe um candidato a prefeito em uma pequena cidade no interior da Região Oeste Potiguar, que já demonstra um certo arrependimento de ter entrado na disputa nestas Eleições 2016.

Foi flagrado em uma discussão, reclamando com o seu mentor, pois havia sido colocado numa "furada" e que deveria ter escutado outra pessoa. Porém, já que entrou no jogo, terá que seguir a campanha até o fim.

A fonte é fidedigna! 
Mais informações »

Eike Batista acusa Mantega de pedir R$ 5 milhões para o PT

Eike Batista acusa Mantega de pedir R$ 5 milhões para o PT
O ex-ministro da Fazenda Guido Mantega foi preso temporariamente na manhã de hoje (22) no âmbito da Operação Arquivo X da Polícia Federal, 34ª fase da Lava jato. De acordo com nota do Ministério Público Federal no Paraná, em julho de 2012, o Consórcio Integra Ofsshore, formado pelas empresas Mendes Júnior e OSX, firmou contrato com a Petrobras no valor de US$ 922 milhões, para a construção das plataformas P-67 e P-70.

No total, foram cumpridos 48 mandados em Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo, Bahia, Rio Grande do Sul e no Distrito Federal.

Em depoimento ao Ministério Público, o empresário Eike Batista, ex-presidente do Conselho de Administração da OSX, disse que, em novembro de 2012, Guido Mantega, que à época era presidente do Conselho de Administração da Petrobras, teria pedido R$ 5 milhões para o Partido dos Trabalhadores (PT).

Para operacionalizar o repasse, Eike Batista firmou contrato falso com empresa ligada a publicitários já denunciados na Operação Lava Jato por disponibilizarem seus serviços para a lavagem de dinheiro oriundo de crimes. Após uma primeira tentativa frustrada de repasse em dezembro de 2012, em abril de 2013 constatou-se a transferência de US$ 2,350 milhões, no exterior, entre contas de Eike Batista e dos publicitários.

As consorciadas, que não tinham tradição no mercado específico de construção e integração de plataformas, viabilizaram a contratação mediante o repasse de valores a pessoas ligadas a agentes públicos e políticos.

As investigações revelaram que há indícios de que cerca de R$ 7 milhões foram transferidos, entre fevereiro e dezembro de 2013, pela Mendes Júnior para um operador financeiro já condenado no âmbito da Operação Lava Jato. Ele teria ligações com um partido político e com a Diretoria Internacional da Petrobras. Os repasses foram viabilizados por empresa de fachada que, de acordo com a Procuradoria do Paraná, não tinha uma estrutura minimamente compatível com os valores recebidos.

As investigações também identificaram repasse de mais de R$ 6 milhões pelo Consórcio Integra Ofsshore com base em contrato ideologicamente falso firmado em 2013 com a Tecna/Isolux. As provas testemunhal e documental, que instruíram a representação do Ministério Público Federal (MPF), revelam que o valor foi transferido no interesse do ex-ministro-chefe da Casa Civil José Dirceu e de pessoas a ele relacionadas.

Constatou-se ainda que, no período dos fatos, empresas do grupo Tecna/Isolux repassaram cerca de R$ 10 milhões à Credencial Construtora, já utilizada por Dirceu para o recebimento de vantagens indevidas.

Entre março de 2013 e junho de 2014 foram identificados repasses de mais de R$ 6 milhões da Mendes Júnior a empresas ligadas a um executivo do grupo Tecna/Isolux.

O ex-ministro Guido Mantega foi levado para a sede da Polícia Federal em Curitiba.

A Agência Brasil entrou em contato com o escritório do advogado de Mantega, José Roberto Batochio, e aguarda um posicionamento sobre a Operação Arquivo X.
Nominuto
Mais informações »

Coligação "Felipe Guerra Pode Mais" realiza duas passeatas na Avenida Mira Selva

Coligação "Felipe Guerra Pode Mais" realiza duas passeatas na Avenida Mira Selva
Nesta segunda-feira (19), a coligação "Felipe Guerra Pode Mais" que tem como candidato a prefeito pela oposição, Victor Costa e a vice-prefeito Paulo Guilherme, realizaram duas passeatas na Avenida Mira Selva em Felipe Guerra.

A primeira passeata foi durante o dia, após formarem uma "blitz" com intuito de entregar o plano de governo dos candidatos. Não satisfeito, foi marcado uma nova passeata durante a noite para fechar com a chave de ouro. 

A coligação já se prepara para realizar no próximo domingo (25), uma nova movimentação política em favor dos candidatos Victor e Paulo, chapa idealizado pelo ex-prefeito Hugo Costa.
Mais informações »

Pesquisa Sensatus aponta vitória de Alan para prefeito de Apodi‏

Pesquisa Sensatus aponta vitória de Alan para prefeito de Apodi‏
O candidato Alan Silveira (PMDB) deve ser o novo prefeito de Apodi a partir de 2017. É o que aponta a pesquisa realizada pelo Instituto Sensatus e rádio Cidade FM. O jovem obteve quase 10% a mais das intenções de votos do que o segundo colocado, o atual prefeito Flaviano Monteiro (PCdoB).

A pesquisa, sob registro RN-04347/2016, foi realizada entre os dias 14 e 15 de setembro e ouviu 650 pessoas, nas zonas urbana e rural. Segundo o levantamento, o candidato Alan obteve 42,46% das intenções de votos, contra 32,92% de Flaviano Monteiro. O ex-prefeito Pinheiro Bezerra (SDD) foi citado por 7,38% dos entrevistados e o odontólogo Paulo Viana (PSOL) por 2,62%.

Branco, nulo, não sabe ou não opinou somaram 14,62%. No quesito rejeição, o atual gestor liderou com 44%. Alan ficou com 22,31%, Pinheiro com 8,62% e Paulo Viana com 4,31%.

Alan destaca que o resultado comprova o que ele tem ouvido nos quatro cantos do município, durante as visitas de campanha.

O povo está abandonado e pede mudança. Eu e Hortência nos apresentamos como os candidatos da renovação e temos sido muito bem aceitos. Agora é manter a caminhada, sempre olhando para o futuro com a esperança de melhorar a vida do povo apodiense”, comenta.

Esta foi a primeira pesquisa eleitoral de Apodi registrada no Tribunal Superior Eleitoral. O nível de confiabilidade é de 95%, ou seja, há probabilidade de 95% de os resultados retratarem o atual momento eleitoral, considerando a margem de erro de 3,9%.
Fonte: Assessoria de Comunicação
Mais informações »