[leia] Outubro Rosa é Felipe Guerra na luta Contra o Câncer de Mama.

Um mês inteiro dedicado ao combate ao câncer de mama. Essa é a proposta do Outubro Rosa, um projeto que surgiu há mais de dez anos nos Estados Unidos e ganhou alcance mundial. Pelo quinto ano, o Rio Grande do Norte entra nessa luta para conscientizar e mobilizar a sociedade para o combate à doença.

Em Felipe Guerra, pela primeira vez, o Governo Construindo e Inovando através da Secretaria Municipal de Saúde aderiu a este importante evento da Saúde Preventiva da Saúde da Mulher.   

As ações no município de Felipe Guerra serão realizadas pela Secretaria Municipal de Saúde juntamente com a Liga Norte-Rio-Grandense Contra o Câncer.

Dentro do cronograma serão realizadas palestras e panfletagens durante todo o mês em estabelecimentos comerciais, escolas, livrarias e diversas comunidades da cidade e da zona rural, como também em várias outras mobilizações que estão sendo planejadas e articuladas em reunião que acontecerá com a Secretária Municipal de Saúde, nutricionista Girlene Ferreira e toda a sua equipe.

Mutirão de Exames de Mamografias

Segundo informações da enfermeira Cristiane Mirla, Coordenadora do Programa da Atenção Básica (PAB), com o objetivo de alertar sobre a importância da mamografia periódica para todas as mulheres com mais de 40 anos e do diagnóstico precoce, acontecerá durante este mês de outubro um Mutirão de Exames de Mamografia.

O exame da mama é o melhor meio para detectar tumores ainda em fase inicial, possibilitando a cura em até 95% dos casos, explica a enfermeira Cristiane Mirla.

Cristiane Mirla esclarece também que: “No município de Felipe Guerra, proporcional à população do seu território, é considerável o número de mulheres que poderão estar com o câncer de mama em seu estado inicial, mas que precisam imediatamente procurar um diagnóstico real que só o exame de mamografia revela”, alerta a profissional da Saúde Pública de Felipe Guerra.

Grande parte da população feminina ainda não se conscientizou da importância da detecção precoce do Câncer de mama.

Segundo dados do Instituto Nacional do Câncer (Inca), o câncer de mama é responsável por mais de 15% das mortes por câncer no Brasil. Por ano, cerca de 50 mil novos casos desse tipo de câncer são diagnosticados no País. No Rio Grande do Norte, estima-se mais de 600 novos casos este ano, um terço deles só em Natal. Desses, 60% devem ser diagnosticados já em estágio avançado. O índice coloca o RN no quinto lugar entre os estados do Nordeste e 15º em todo o Brasil com maior índice de novos casos.
Assecom

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.