Pesquisar....

[leia] Drª Girlene Ferreira divulga nota para a Sociedade Felipense.

Não poderia deixar de publicar o que um anônimo escreveu para Haroldo Ferreira.

Neste momento impar para a cidade de Felipe Guerra não poderia deixar de externar o carinho, afeto e solidariedade que os felipenses veem demostrando ao prefeito Haroldo Ferreira. É um momento para saber que você tem colo, que as feridas tentam a todo o momento ser cicatrizadas pelos amigos de Felipe Guerra. As lições ficam guardadas para sempre na memória de nosso povo. As mãos que por horas desataram-se voltam a si darem com mais firmezas. A gratidão ao prefeito é vista e notória em todos os gestos, em cada olhar, em cada abraço dizendo: Haroldo estou com você, estou com Felipe Guerra. Como também a indignação é fato. A surpresa de ver mais uma vez a força do mal querendo vencer o bem. Chega a ser estonteante para alguns, perceber que em Felipe Guerra nasceu um novo líder "Haroldo Ferreira". Isto incomoda as oligarquias existentes. Mas, como pode? ...

Um menino simples da cidade baixa, tímido, que chega a ser tênue nas suas emoções, o que a força do mal confunde, chamando-o de "vaidoso". Simples nos seus hábitos, discreto no seu modo de ser. Que neste último ano conduziu com toda maestria o destino de seu município. Fazendo-o sair da inanição do marasmo do atrofiamento para um crescimento notório em todos os seguimentos. Isto chega a causar espanto e medo aos que se diziam "donos do município". O itinerário humano e político deste cidadão só conhece quem convive com ele, o seu coração de bondade e fraternidade é maior que toda Felipe Guerra.

Fica machucado quando ver que pessoas torpes passam a usar da debilidade e fragilidade de alguns, para denegrir a imagem do governo, ou outros em troca de algumas moedas são conduzidos a usar a mídia para esse fim. Mas, este homem na sua simplicidade nunca ousou, usar o poder da força como veículo de coação, como antes acontecia no município. Na sua linguagem elegante e clara para estes casos, diz: Na construção da democracia e pela libertação do meu município só uso um instrumento como munição. A "PAZ".

Via Facebook - Girlene Ferreira - 13 de Abril de 2014
BERIKAN KOMENTAR ()