Pesquisar....

Coluna Artigo & Opinião por Gleicigene Bezerra: ''Educação vem de Berço".

gleicigene@gmail.com
Nossa cidade respira política vinte e quatro horas por dia. Minha querida Santana que o diga. E quando o ano é de campanha eleitoral, os meses de Agosto e Setembro que antecedem o ato sufrágio a coisa esquenta. Tem gente que aposta a geladeira e até a própria casa ao ser desafiado pelo adversário. A paixão pelas cores verde e vermelha deixam antigas amizades cheias de arranhaduras. 

Quem defende a oposição evita o adversário, procura se enturmar com quem está do mesmo lado e se passa na rua um oponente político enquanto a turma toma umas e outras a ordem é: "não chame!". O mesmo acontece com alguns aliados do prefeito, que levados pela paixão ou por proteger o pão, o defendem a todo custo, algumas vezes extrapolam, passam dos limites e ao invés de ajudar, atrapalham. Nas redes sociais as ofensas correm soltas numa prova inescrupulosa de que não avançamos nada em termos educacionais. Quem vive da política sabe que o eleitor é sensível como ovos e que num estalar de dedos ele pode mudar de lado, dessa forma se torna fundamental saber apadrinhar.

Os Bicudos e Bacuraus de Felipe Guerra são exageradamente despreparados politicamente que se quer cumprimentam-se.  Ignorantemente não percebem que a política só acontece porque existem dois lados e que, antes de ser um Bicudo ou Bacurau, o sujeito é um ser humano com sentimentos e cheio de defeitos. Quanto mais à política Felipense se acirra mais a falta de educação aflora mostrando-nos que precisamos crescer enquanto seres humanos. Aos acalorados debates sobre as administrações municipais de antes e de agora, precisamos adicionar fortes doses de respeito ao próximo. 

O facebook, que deveria servir para trocas de ideias e sugestões plausíveis está se tornando uma ferramenta pornográfica nas mãos de analfabetos políticos. Diversas vezes ouvir meu avô dizer que a verdadeira educação vem do berço e ele estava certo. Possuir um diploma de curso superior justifica que o sujeito por algum tempo esteve sentado em uma sala de aula, mas não quer dizer necessariamente que é um ser fornido de educação. 

De nada adiante se digladiarem nas redes sociais tentando advogar ou condenar o atual prefeito simplesmente porque quem hoje o defende já lhe desejou o inferno como moradia e, quem lhe apunha-la já o exaltou. O momento é de analisamos nossas atitudes para com o próximo partindo do principio de que vivemos numa democracia representativa e cada um escolhe aquele que entende melhor lhe representar. Se os próprios políticos ficam em galho em galho, porque então brigar com os amigos e vizinhos? Afinal de contas, preservar amizades, é por demais importantes.

RÁPIDAS
Tudo na vida é uma questão de educação. Somente através dela podemos enxergar o quanto somos diferentes. Se fossemos iguais, nada teria sentido. Então amigo eleitor, respeite o seu próximo como a si mesmo.

O Programa “Espaço Livre” que tem a frente meu amigo Geraldo Fernandes, já é líder de audiência na região. Há muito eu dizia a Geraldo que tinhas um talento para fazer radio, mas só agora ele o deixou aflorar.

Por falar no Programa Espaço Livre, no último domingo, o presidente da Câmara, vereador Salomão Gomes usou muito bem o espaço e esclareceu matéria infundada de um blog local. Na oportunidade fez um pequeno balanço da sua administração (a melhor até aqui) e prometeu retornar para fazer uma balanço geral. Boa presidente.

A presidente Dilma Rousseff estar dando a volta por cima e retomando a condição de favorita para vencer as eleições presidenciáveis. É a maquina entrando em campo na reta final da campanha e isso faz uma diferença enorme.

Quem saiu da toca e foi às ruas para o corpo a corpo, foi a ex-candidata a prefeita Iolanda Tavares, que pede voto para Betinho Segundo (PP). Iolanda Tavares ainda é politicamente o nome mais forte da oposição para 2016, o resto é presa fácil. A verdade é essa.

A campanha do ex-prefeito de Areia Branca, Souza, a Deputado Estadual em Mossoró cresceu muito nessa reta final. Naquela cidade, muitos já admitem que será eleito. Na terra das Abelhas, cada voto dado a Souza é creditado a Marcos Aurélio.

Por falar em Marcos Aurélio e seu projeto visando à vereança em Felipe Guerra, caso Souza seja eleito Deputado Estadual, este se encontrará como jogador de cartas de baralho com um curinga na mão. É esperar pra ver.

Minha amiga Salomé estar de parabéns pela coragem de enfrentar o desafio de comandar o grupo de Escoteiros de nossa cidade. O trabalho social voluntário é algo muito difícil de se fazer. Somente as pessoas de bom coração conseguem.

A primeira Dama Girlene Ferreira, juntamente com sua equipe não descansa quando o assunto é vestir a camisa e partir pra luta, ou seja, pedir votos para os candidatos do prefeito. Um detalhe, a mulher tem se destacado pela sua capacidade de fazer política. Pode inclusive, caso queira, tentar um cargo eletivo no futuro. Não ficaria devendo nada a muitos marmanjos.

Hoje cedo, tive o privilegio de conversar com o professor Antônio de João Mestre, um dos melhores que já tive. Falou-me da diferença dos alunos de outrora e os de hoje. Os de antes eram mais compromissados com os estudos e isso é a mais pura verdade.

Disse aqui que a cada dia que passa, o prefeito Haroldo Ferreira ganha adesões a sua administração e consequentemente seu projeto de reeleição. Pelo menos é o que se ver nas movimentações que realiza. A oposição assiste tudo de braços cruzados alegando que está cedo para pôr o time em campo. A verdade é essa.

Existem blogs em nossa cidade cujos responsáveis andam metendo os pés pelas mãos. Não se brinca com informações, pois as consequências podem ser drásticas. 

Quem também ler essas linhas aos domingos é meu amigo Junior de Lulu de Valdemar. Amigo apareça no Boteco do Bambão para batermos aquele papo. Obrigado pela leitura e felicidades sempre.

Finalizando mais uma e ouvindo: “Matança” do grande Xangai.

Cipó caboclo tá subindo na virola,
Chegou a hora do pinheiro balançar,
Sentir o cheiro do mato, da imburana,
Descansar, morrer de sono na sombra da barriguda;

De nada vale tanto esforço do meu canto,
Pra nosso espanto tanta mata ah, já vão matar,
Tal mata atlântica e a próxima amazônica,
Arvoredos seculares impossível replantar;

Que triste sina teve o cedro nosso primo,
Desde menino que eu nem gosto de falar,
Depois de tanto sofrimento seu destino,
Virou tamborete, mesa, cadeira, balcão de bar;

Quem por acaso ouviu falar da sucupira,
Parece até mentira que o jacarandá
Antes de virar poltrona, porta, armário,
Mora no dicionário, vida-eterna, milenar;

Quem hoje é vivo corre perigo
E os inimigos do verde, da sombra o ar,
Que se respira,
E a clorofila das matas virgens
Destruídas vão lembrar
Que quando chegar a hora
É certo que não demora,
Não chame Nossa Senhora
Só quem pode nos salvar;

É caviúna, cerejeira, baraúna,
Imbuia, pau-d'arco, solva,
Juazeiro, jatobá...
Gonçalo-alves, paraíba, itaúba,
Louro, ipê, paracaúba,
Peroba, massaranduba;
Carvalho, mogno, canela, imbuzeiro,
Catuaba, janaúba, arueira, araribá;
Pau-ferro, angico, amargoso, gameleira,
Andiroba, copaíba, pau-brasil, jequitibá.

Quem hoje é vivo corre perigo......

Família Felipense, felicidades sempre.
BERIKAN KOMENTAR ()