Coluna Artigo & Opinião por Gleicigene Bezerra: ''A Festa da Democracia".

gleicigene@gmail.com
Hoje viveremos a festa da democracia. Nós, milhões de Brasileiros iremos às urnas mais uma vez escolher nossos representantes: Presidente da República, Senadores, Governadores, Deputados Federais e Estaduais. Os pedidos de votos e as propostas veiculadas no horário politico eleitoral e os diversos debates em emissoras de rádio e TV não foram suficientes para convencer o eleitor Brasileiro que a cada pleito fica mais desacreditado e desesperançado em relação ao caráter dos nossos políticos. 

Vive-se em nosso país, uma crise de identidade ideológica onde nenhum partido político emite segurança. Nossos jovens cada vez menos se interessam por política e quando se empenham, saem às ruas protestando sem saber pelo que estão reclamando. Toda essa atmosfera de inconfiabilidade aos nossos políticos e consequentemente as siglas partidárias, são resultados de discursos vazios e mentirosos que ouvimos ao longo das últimas décadas. 

Vejam o exemplo: o PT chegou ao poder prometendo a reforma agraria e política e não as realizou. O PSDB vive solicitando CPI disso e daquilo acusando o PT de roubar, mas onde governa pratica uma verdadeira festa de desvio dos recursos públicos. Você que ler essas linhas agora, com certeza já ouviu alguém dizer que não tem candidatos e simplesmente anulará seu voto. São atitudes geradas no útero de governantes que praticam a política administrativa olhando para o próprio bolso. 

Vivemos a festa da democracia disfarçada, onde quem não quer votar tem que votar, nem que seja nulo ou branco. Não é uma questão de prazer e sim de obedecer. De nada adianta querer mudar os políticos se não mudarmos nossas atitudes. Enquanto o povo que tem o poder nas mãos não aprender a usa-lo, continuaremos a nos contentar com migalhas. Infelizmente vamos à festa, não comeremos, não beberemos e dificilmente mudaremos a cara do nosso Brasil. Mas, viva a democracia, mesmo que oculta ou disfarçada. Afinal de contas, isso é Brasil.

RÁPIDAS

- Já ouvir muitos dizerem que o Blogueiro Edvaldo Barbosa é despreparado para escrever, porém, nunca o questionei, porque mesmo escrevendo muito errado existe uma comunicação - todos nós erramos - ele foi infeliz ao não saber determinar a diferença entre votar e apoiar. São dois verbos diferentes. Agora se o objetivo é por desavença na política local, nisso o amigo é muito bom.

- A última passeata realizada pela oposição em Felipe Guerra foi surpreendente. Serviu pra mostrar o que prevíamos, ou seja, quem vota em Henrique Alves (PMDB) em Felipe Guerra é a nação Bicuda. Os bacuraus vão votar 55. Que apoio esse minha gente?

- Por falar em Henrique Alves (PMDB), caso se confirme sua vitória para Governador do RN, se concretizará um sonho seu realizado. Já na terra dos doentes políticos, a oposição perderá o comando da sigla. Pode apostar. E se Henrique Alves não vencer as eleições, a coisa vai complicar para a atual situação. É aguardar pra ver.

- Até que se prove o contrário, o fogo que queimou o gramado do Estádio de Futebol o Pascoalzão, será visto como um ato de alguém que leva tudo pelo lado da politicalha desonesta. Alguém que comete atos dessa natureza deve ser banido da sociedade.

- Não adianta se promover com coisas básicas que qualquer gestor público tem por obrigação de fazer.

- A forma de política que fazem é retrógrada. "Acanhando a população na parede", tirando os cidadãos o seu maior direito, a liberdade de expressão. Pra rir ou pra chorar? Fonte: facebook do Dr. Vitor Costa. 17 de Agosto de 2014. (Me enviado por e-mail).

- A campanha eleitoral em Felipe Guerra estar ganhando contornos semelhantes a uma campanha para se escolher o prefeito da cidade. Isso só existe na terra dos doentes políticos porque nas demais cidades o clima é bem diferente.

- O Blogueiro Erinaldo Silva, anda dizendo que o candidato a Deputa Estadual Sousa (PHS), não obterá mais que 30 ou 35 votos. Acho que tal previsão é uma forma de menosprezar o apoio, porém, cada voto dado a Sousa deve ser atribuído a Marcos Aurélio, já que ele apoia o homem sozinho. Vamos aguardar o abrir das urnas. 

- Para quem acha que a votação de hoje, servirá como parâmetro para 2016 a expectativa é grande. Eu não estou nem um pouco ansioso, pois entendo que são fatos diferentes em cenários diferentes.

- Quem também leitora fiel dessas linhas é a empresária Rosângela Gurgel. O mundo precisa de mais gente boa como ela. Obrigado pela leitura e felicidades sempre.

- Finalizando mais uma e ouvindo “Até o fim” Engenheiros do Hawaii.

Não vim até aqui pra desistir agora
entendo você se você quiser ir embora
não vai ser a primeira vez
nas últimas 24 horas
mas eu não vim até aqui pra desistir agora

Minhas raízes estão no ar
minha casa é qualquer lugar
se depender de mim eu vou até o fim
voando sem instrumentos
ao sabor do vento
se depender de mim eu vou até o fim

Não vim até aqui pra desistir agora
entendo você se você quiser ir embora
não vai ser a primeira vez
em menos de 24 horas
mas eu não vim até aqui pra desistir agora

A ilha não se curva noite a dentro vida afora
toda a vida, o dia inteiro
não seria exagero
se depender de mim eu vou até o fim

Cada célula, todo fio de cabelo
falando assim parece exagero
mas se depender de mim
eu vou até o fim

Não vim até aqui pra desistir agora
não vim até aqui pra desistir.

Família Felipense, felicidades sempre.

3 comentários:

Anônimo disse...

eu gosto muito da sua coluna , pois vc diz a verdade que o povo de felipe guerra naõ quer esculta parabensr

Anônimo disse...

Também vi isso no fecebook de Vitor Costa, O pai dele fazi o que mesmo se não era isso e ainda tenta fazer. Oleo de peroba no doutozinho kkkkk

Anônimo disse...

asim kkk

Tecnologia do Blogger.