Barragem de Santa Cruz já baixou 12 metros do seu nível de sangria.

Dois dos 5 principais reservatórios de água doce do Rio Grande do Norte, barragem de Pau dos Ferros e Marechal Dutra, o Gargalheiras,estão com menos de 5% de sua capacidade total de armazenamento.

A Barragem de Pau dos Ferros, que armazena até 56 milhões de metros cúbicos de água, é responsável pelo abastecimento de quase 60 mil moradores da região do Alto Oeste do Rio Grande do Norte.

Já o Gargalheiras, em Acari, que armazena até 44 milhões de metros cúbicos de água, é responsável pelo abastecimento principalmente das cidades de Currais Novos e Acari, entre outras cidades menores do entorno, na região Seridó do RN.

O Açude Itans, em Caicó, com capacidade para armazenar 81 milhões de metros cúbicos de água, está com apenas 9,7% de sua capacidade. É responsável pelo abastecimento principalmente da cidade de Caicó, que tem mais de 65 mil habitantes.

Os dois mais reservatórios do Rio Grande do Norte, no caso a Barragem Engenheiro Armando Ribeiro Gonçalves (2,4 bilhões de metros cúbicos de água) no Vale do Açu, e Barragem de Santa Cruz, no Vale do Apodi Apodi, estão com menos de 40% de sua capacidade.

A barragem Armando Ribeiro, com paredão em Itajá, é responsável direto pelo abastecimento de quase 600 mil habitantes e a irrigação de uma área aproximada a 30 mil hectares na região do Vale do Açu. O reservatório está com apenas 36% de sua cidade.

Já a barragem de Santa Cruz, que se prepara para irrigar uma área de 5 mil hectares na chapada do Apodi através de canais de transposição e abastecer metade de Mossoró e todo o Alto Oeste através de sistema adutor, está com 38% de sua capacidade. Já baixou 12 metros do nível de sangria.

A preocupação principal é que o reservatório está com menos de 40% sem ao menos os sistemas de adutoras estarem prontos e nem os canais para transpor água para a Chapada do Apodi.

Fonte: DeFato.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.