Em assembleia, professores deflagram greve na UERN por tempo indeterminado.

sfbig_1367Com 140 votos a favor, 12 abstenções e nenhum voto contrário, os professores da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN) deflagraram greve geral para o próximo dia 25 deste mês.


A decisão foi tomada nesta sexta-feira (22) em assembleia na sede da Associação dos Docentes da UERN (ADUERN).


A categoria reivindica o cumprimento do acordo salarial feito pelo Governo do Estado no ano passado, onde previa o reajuste salarial de 57%.


“O acordo foi de reajustar o salário dos professores em 57%, divididos em quatro parcelas todos os meses de maio deste ano até 2018, mas até agora não foi cumprido”, disse o vice-presidente da ADUERN, João Freire, ao site Mossoró Hoje.


Segundo João freire, o sindicato se reuniu com o governador, na quinta-feira (21), para negociar, entretanto o mesmo alegou que iria consultar sua assessoria jurídica, e não apresentou nenhuma solução.


“Isso foi decisivo para a deflagração da greve”, informou o vice-presidente.


Os próximos passos, segundo o sindicato, será realizar mobilizações no campus Central e nos campi avançados.


A paralisação não tem data prevista para terminar.



Fonte: Mossoró Hoje

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.