Felipe Guerra será contemplado com Cisternas nas Escolas Rurais.

3O Projeto Cisternas nas Escolas é um projeto da Associação Programa Um Milhão de Cisternas - AP1MC, uma OSCIP/Organização da Sociedade Civil de Interesse Público que compõe a Articulação Semiárido Brasileiro - ASA em parceria com o Centro de Apoio ao Desenvolvimento da Agricultura Familiar – TERRA VIVA. Esse projeto é financiado com recursos do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome – MDS e consiste em trabalhar com 83 cisternas em escolas públicas do meio rural, construindo cisternas com capacidade de 52 mil litros e implantando um Caráter Estrutural Escolar no valor de R$ 600,00 (seiscentos reais) por escola para melhoria das estruturas de captação e distribuição da água junto à unidade escolar. O objetivo é melhorar a qualidade da água e da merenda escolar.


Os municípios de atuação são: Felipe Guerra, Almino Afonso, Antônio Martins, Apodi, Augusto Severo, Caraúbas, Janduís, Patu, Rafael Godeiro e Severiano Melo.


No município de Felipe Guerra as escolas contempladas/ listadas pelo MDS foram: UNIDADE ESCOLAR VII ELIZA DE FREITAS  na comunidade de Mulungu, UNIDADE ESCOLAR I FRANCISCO CARLOS DE OLIVEIRA, na Comunidade Arapuá e UNIDADE ESCOLAR VI TILON GURGEL DO AMARAL, na Comunidade Poço Tilon.


A Secretaria de Educação de Felipe Guerra, apresentou uma demanda de mais três escolas, sendo: UNIDADE ESCOLAR X SÃO LOURENÇO, Comunidade de São Lourenço, UNIDADE ESCOLAR IV PAULO CARLOS BARRA, na comunidade de Brejo e UNIDADE ESCOLAR XI SIMÃO JOÃO DE GÓIS, na Comunidade de Tabuleiro.


Serão desenvolvidas atividades de formação e capacitação desenvolvidas no projeto, sendo: 01 Encontro de Mobilização Territorial, 01 Encontro de Comunidade Local nas 83 Escolas, 01 Capacitação da Comissão Municipal – CEM, Capacitações de GRH Escolar, 03 módulos de Oficina de Educação Contextualizada e 01 Capacitação de Pedreiros.


Foram feitas visitas pela equipe da Terra Viva e a Secretaria de Educação a todas as escolas no município de Felipe Guerra, para conhecer de perto a realidade e as condições físicas e estruturais das mesmas.


Esse momento também foi para selar a parceria entre a instituição e a Prefeitura de Felipe Guerra no sentido de realizar as  escavações dos buracos, liberação dos profissionais para as atividades de capacitações e os tamanhos dos terrenos disponíveis para construção das cisternas que serão contrapartida do município.


Esperamos que esse projeto venha melhorar as condições de abastecimento das escolas rurais, potencializar a reflexão sobre o processo de educação contextualizada desses municípios e mais valorização do campo, afirmou a Assistente Social da Terra Viva, Claudia Mota.


1 2 4



Fonte: Assecom

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.