Pesquisar....

Felipe Guerra ganhará a primeira indústria

DSC_4372O Prefeito Haroldo Ferreira recebeu em seu gabinete na manhã desta quarta feira (24), o Sr Adelmo, sócio proprietário da indústria PLG Engenharia, especializada na fabricação de mosaicos extraído da rocha calcária e o Secretário Interino da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Evento Dr. Canindé de Freitas.


No encontro o Sr Adelmo apresentou ao Prefeito o projeto para implantação da indústria de Mosaico que irá gerar 100 empregos diretos e injetar 300 mil reais mês com o decorrer do tempo na economia de Felipe Guerra.


O Projeto será implantado através do PRODEF (Programa Municipal de Desenvolvimento Econômico de Felipe Guerra) que viabiliza incentivos e benefícios para pequenas e médias empresas que queiram instalar-se na cidade. Dentro do programa que contempla doação de terreno e ajuda de custo em dinheiro, o Prefeito firmou parceria e, irá doar o terreno para instalação da indústria, que ficará na comunidade do Boqueirão.


Haroldo que tem uma visão analítica da condição empreendedora do município disse: "Queremos iniciar uma nova era comercial na cidade de Felipe Guerra. Com o PRODEF criamos um marco regulamentador e com essa indústria de mosaicos um divisor de águas em nosso município. Queremos mostrar a população que é possível pescar o próprio peixe e criar uma economia sustentável. A nossa meta é colocar o maior número de pessoas empregadas. Com um emprego o cidadão pode usufruir de sua cidadania de forma plena. Estamos abordando e estudando outras propostas de empresas. Mas, o mais interessante é que o empreendedor felipense desperte para o nosso programa. O PRODEF não é um ponto de chegada, ele é um ponto de partida.".


O Secretário Interino da SDETE Dr. Canindé de Freitas está muito otimista em relação ao desenvolvimento econômico do município, segundo ele, uma indústria de Jeans já entrou em contato com o Prefeito Haroldo Ferreira para se instalar no município, para Canindé isso é fruto da visão empreendedora do Prefeito Haroldo Ferreira e o PRODEF. Para Haroldo a necessidade de fomentar as empresas locais é maior, portanto elas têm prioridade.


Fonte: Assecom


DSC_4377DSC_4382

BERIKAN KOMENTAR ()