Enquanto isso, em Felipelândia....

Algumas páginas na internet, publicou uma informação de que a Prefeitura de Felipe Guerra assinou contrato superior a R$ 140 mil para manutenção dos veículos da frota do Executivo. O contrato foi assinado com Jodiesel Rionorte Indústria Comércio e Serviços Ltda. Até aí tudo bem.

É que há uma tentativa de pessoas patrocinadas pela oposição de colocar em questionamento sobre esse contrato. Se existe realmente essa necessidade de serviços para manutenção dos veículos da municipalidade, com o valor citado acima. 

Nas redes sociais, o jornalista Cezar Alves deu a seguinte resposta: "Lembro ter feito um levantamento dos veículos antes de Haroldo entrar. Foi fácil, não havia. Não havia nenhum. Havia ônibus, sendo que a empresa que vendeu quer de volta. Não foi pago. Agora não fiz levantamento de quantos veículos tem, só sei que são muitos. Todo dia vejo carros de Felipe Guerra nos hospitais de Mossoró...", disse.

Ou seja, antes não havia necessidade para esse tipo se serviço, pois não havia quase nenhum veículo.

Transparência

Fica evidente que quando o prefeito não faz nada, pessoas patrocinadas pela oposição faz cobranças, mas quando o gestor está fazendo, ficam preocupados com os gastos públicos. Fazendo julgamentos precipitados de quanto foi gasto 'aqui, cá, ali, lá, acolá'. E olha que os gastos está sendo publicado com transparência no diário oficial dos municípios.

Entendendo um Registro de Preço

Um registro de preços, não quer dizer que a prefeitura vai comprar isso tudo, ela apenas fez uma licitação para que as empresa registrassem os preços, tendo validade de um ano. Haja visto que algumas pessoas que não entende de licitação, posta algum resultado de licitação, e reclama dos valores, dizendo que a administração vai gastar isso tudo.
Enquanto isso, em Felipelândia.... Enquanto isso, em Felipelândia.... Reviewed by Blog Foco Notícia on 18:49 Rating: 5

Um comentário

Anônimo disse...

povo do mal, é aqeles que tão com muita raiva porq Haroldo em pouco tempo,já fez o q eles em muitos tempo não fizeram.