Sumiço de João Carlos faz dele o principal suspeito

Sumiço de João Carlos faz dele o principal suspeito
Desde que desapareceu no último sábado, o Professor Alcivan Medeiros da Silva, segundo informações a Polícia Civil está trabalhando nas investigações e na possibilidade de João Carlos que morava no apartamento com o Professor Alcivan Medeiros da Silva como o principal suspeito.

João Carlos morava no apartamento com o Professor Alcivan Medeiros da Silva, na cidade de Mossoró há três anos.

As suspeitas surgiram a partir das imagens de câmeras que a polícia teve acesso. O suspeito saiu junto com Alcivan Medeiros por volta das 16h do último sábado (2), no carro da vítima, e retornou no domingo (3), por volta das 10h, de táxi, para pegar suas coisas no apartamento.

Um morador do condomínio onde os dois moravam informou a Polícia Civil que João Carlos esteve no último domingo (3), com suas bagagens prontas em cima de uma moto e falou que iria fazer uma viagem para a cidade de Aracati e em seguida iria para a capital do Ceará, Fortaleza.

O destino de João Carlos após o desaparecimento do seu companheiro e Professor Alcivan Medeiros da Silva passou-se a ser ignorado.

Outra fato bastante evidente é que o corpo da vítima e o carro foram incendiados a 500 metros de um terreno de propriedade do suspeito, na comunidade Tapuio, na divisa com o município de Fernando Pedrosa.

Redes Sociais - Antes do sumiço do Professor Alcivan Medeiros da Silva, João Carlos saiu do Whatsapp, como também seu telefone ficou incomunicável.

Investigações - Hoje está em andamento o reconhecimento do corpo encontrado carbonizado dentro do carro do Professor Alcivan Medeiros da Silva, no Instituto Técnico Científico de Polícia (ITEP) em Natal. 

Com informações: Blog do Salomão Medeiros/Blog do César Santos

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.