Suspeito da morte do Professor Alcivan Medeiros, João Carlos está preso na Cadeia Pública de Caraúbas

Suspeito João Carlos está cumprindo prisão preventiva
A menos de três dias quando completará um mês do desaparecimento do Professor Alcivan Medeiros da Silva, quando o último dia 2 de Abril de 2016 ele foi visto saindo de seu apartamento em Mossoró, acompanhado de João Carlos Bezerra da Silva e o carro dele, um Fiat Uno Evolution, de cor preta, ano 2015, placa OWF – 7246, foi encontrado incendiado na comunidade de Tapuio, na divisa do município de Santana do Matos e Fernando Pedroza, e identificado como do Professor Alcivan Medeiros da Silva. 

Já no último dia 20 ao apresentar-se na Delegacia de São Rafael, João Carlos Bezerra da Silva ficou preso por já existir um mandado de prisão preventiva expedido pela Justiça.

Após três dias da prisão preventiva, no dia 23, em uma coletiva de imprensa realizada em Natal, o Delegado da Polícia Civil de Santana do Matos, Dilton Nascimento que realizou o trabalho de investigação em conjunto com o apoio Delegacia de Polícia Civil de Angicos e da Delegacia Especializada em Homicídios (Dehom) de Mossoró, deu detalhes das investigações que tem como principal suspeito de ter matado o Professor Alcivan Medeiros da Silva,seja João Carlos Bezerra da Silva, que morava no apartamento dele,na cidade de Mossoró há três anos.

Desde a prisão preventiva decreta pela Justiça, o suspeito João Carlos Bezerra da Silva, estava preso em um Centro de Detenção Provisória (CDP) em Natal e na última terça-feira ele foi transferido para a Cadeia Pública de Caraúbas.

Ainda é esperado o resultado do corpo carbonizado que foi encontrado dentro do carro, ao que leva a crer que possivelmente o corpo seja do Professor Alcivan Medeiros da Silva, o que segundo previsão do exame seja divulgado até o dia 10 de Maio próximo pelo Instituto Técnico-Científico de Polícia (ITEP).

Público - A última vez que apareceu em público, o Professor Alcivan Medeiros da Silva esteve reunido com os seus companheiros da Terceira Via Política de Felipe Guerra, foi no Partage Shopping em Mossoró, com o Presidente do PSDC, Arlineudo Góis e sua esposa pré-candidata a Prefeita de Felipe Guerra, bióloga e gestora Fábia Werlang (PCdoB) e o Presidente do PT em Felipe Guerra, Professor e Advogado Cairo Tavares, quando eles foram discutirem estratégias políticas para a sucessão municipal de Prefeito na cidade de Felipe Guerra e assuntos correlatos da Terceira Via Política de Felipe Guerra. 

Chegaram a discutir sobre a coligação unindo os partidos PCdoB, PT e PSDC em sua primeira sessão “Diálogos e Caminhos para o Futuro”. 
Professor Alcivan Medeiros,Arlineudo Góis,Fábia Werlang e Cairo Tavares
Na reunião na foto, o Professor Alcivan Medeiros da Silva está de camiseta azul escuro e sendo a última foto feita que se tenha conhecimento que foi tirada. 

Sociedade - Professor de matemática com atuação nas cidades de Santana do Matos e Felipe Guerra,Alcivan Medeiros da Silva pela forma como teve seu desaparecimento barbariamente,e possivelmente assassinado,as populações da duas cidades ficaram chocadas com tamanha crueldade, quando realizaram missas em homenagens a ele.

Foi na cidade de Felipe Guerra, região Oeste do Rio Grande do Norte, onde a sociedade felipense mais se mobilizou quando por duas vezes a comunidade escolar da Escola Municipal José do Patrocínio Barra, local onde o Professor Alcivan Medeiros lecionava e na Escola Estadual Antônio Francisco, fez duas vezes a caminhada “Queremos Justiça” pelo desaparecimento e pedindo a elucidação do caso, e tendo apoio dos blogueiros de Felipe Guerra, Márcio Costa, Salomão Medeiros, Thiago Gama, Edvaldo Barbosa, Ailton Costa e João Paulo Barra. 

Informações: Blog Salomão Medeiros

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.