Ventilador pega fogo e mata menina de 6 anos em Areia Branca

A pequena Mayara Anairiane Martins da Silva, de apenas 6 anos, morreu no Hospital Walfredo Gurgel, em Natal, com queimadura de terceiro grau. Cerca de 95% da massa corporal da menina foi atingida após um ventilador pegar fogo dentro de seu quarto no município de Areia Branca. Caso aconteceu nesta quinta-feira (22).

A informação foi confirmada ao "Mossoró Hoje" pela familiar Bernadete.

Bernardete explicou que a mãe não tinha condições de falar ao telefone com nossa reportagem.
No Hospital Walfredo Gurgel, em Natal, a assessoria informou que o corpo da menina foi removido para exames (causa morte) na sede do Instituto Técnico-científico de Policia (ITEP), na Ribeira.

Conforme as informações repassadas para imprensa e Polícia, a menina se encontrava em casa sozinha, quando teria acontecido um curto circuito no ventilador, iniciando o incêndio que queimou 95% do corpo da menina.

A responsabilidade pela morte da menina Mayara será apurada em inquérito policial conduzido pelo delegado Evandro Santos. Uma das linhas de investigação é que se os pais negligenciaram.

Neste caso, a Polícia Civil vai apurar se é verdade a história de que a mãe da menina saiu, deixando o marido e a filha em casa, para ir a um terreiro de macumba no início da noite e estava demorando.

Como a mulher estava demorando muito a chegar, o pai da criança a deixou em casa sozinha, dormindo no quarto, com o ventilador ligado, e foi buscar a mulher. Quando o casal chegou, a criança já estava queimada.

De acordo com o agente de polícia civil, Alexsandro, após o velório e sepultamento é que a polícia entrará em contato com familiares e vizinhos para investigar as causas da tragédia.

Mossoró Hoje

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.