Oposição comandada por Hulgo Costa caminha sem rumo em Felipe Guerra

O grupo de oposição liderado pelo ex-prefeito Hulgo Costa (PTB), em Felipe Guerra/RN, não encontra rumo nem motivação para encarar o prefeito Haroldo Ferreira (PSB), no pleito deste ano. Na medida em que se aproxima o momento das convenções e em seguida homologações de candidaturas, o cenário exige definições que não são encontradas pelo grupo opositor, que se quer tem um nome definido para encabeçar a chapa. Ao longo de meses o ex-prefeito Hulgo Costa lutou para viabilizar o nome de um dos seus filhos, o médico Victor Costa (PSD), que não apresentou evolução em várias sondagens realizadas pela oposição e situação para conhecimento interno.

Percebendo a realidade difícil e sem opções capazes de empolgar o eleitorado, Hulgo Costa colocou o seu nome nas discussões objetivando animar o grupo, porém logo o grupo percebeu que este também não poderá ser o caminho. O ex-prefeito, condenado a devolver cerca de R$ 5,3 milhões aos cofres públicos do município, está com seu título eleitoral suspenso e inserido na relação dos insanáveis transitados em julgado, divulgada nesta terça-feira (05) pelo Tribunal de Contas do estado (TCE).

Depois de reuniões e mais reuniões resultadas em frustrações, é perceptível que a probabilidade da chapa ser encabeçada por alguém com sobrenome Costa é cada dia mais remota. Victor Costa não decolou. A então candidata de 2012, Iolanda Costa (PDT), não quer ouvir falar no assunto. Apostar em outro nome sob o qual não foi feito nenhum trabalho de viabilização, deixaria o desafio ainda mais difícil. Pelo que se observa na cena política felipense, o grupo agora está em busca de uma cobaia – alguém que se disponha enfrentar a administração de resultados do prefeito Haroldo, sabendo que as chances de êxito são mínimas.

O grupo tem sido infeliz até nas opções disponíveis para vice na futura chapa, que se quer tem um nome definido para encabeçá-la. O ex-vereador Reginaldo Pascoal (PSD), figura que atualmente se mostra inexpressiva na política felipense, trava qualquer discussão que não seja o seu nome como vice para a composição. O último episódio hilário envolvendo as discussões para escolha de um vice, foi uma reunião ocorrida na manhã desta quarta-feira (06), onde o grupo formalizou convite ao médico Canindé de Freitas, o qual disputou à Prefeitura de Felipe Guerra pela antiga oposição, em 2008. Detalhe: o médico é filiado ao Partido da República (PR), que na cidade é presidido pelo vereador Ubiracy Pascoal, líder do Executivo na Câmara Municipal.

Enquanto isso, diante da total desarticulação do grupo opositor, a debandada de famílias numerosas para a Situação corre solta e com isso o prefeito Haroldo Ferreira segue somando.

Erinaldo Silva/Rede News 360/Foto: Santana Notícia

Um comentário:

Anônimo disse...

Estão colhendo o que plantaram. O que dizer agora? Que foi Haroldo que mandou "botar" o nome deles na lista do "sujos" com a justiça eleitoral, sim porque essa maravilhosa lei que tira de cena esses verdadeiros desertores públicos se chama: "FICHA LIMPA", e isso eles não são.

Tecnologia do Blogger.