Equipe de plantão do Hospital Municipal de Felipe Guerra esclarece fato ocorrido na Unidade

Na tarde desta sexta-feira (26), uma jovem de nome Luana Nascimento publicou em sua rede social, uma acusação grave contra a Unidade Hospitalar Dr. Eilson Gurgel do Amaral, de que sua avó - nome não divulgado - havia sido humilhado "na beira da morte" no hospital de Felipe Guerra e no Hospital Regional Tarsísio Maia (HRTM). 

"Não receberam ela, foi preciso todos nós chamar a polícia fazer confusão pra ela entrar pra ser atendida (no HRTM), sem falar o que aconteceu com ela no grande e ótimo hospital de Felipe Guerra como algumas pessoas chamam e acha que tá sendo ótimo. Uma grande vergonha pra população de Felipe Guerra", disse a jovem Luana Nascimento.

Diante da provocação, solicitamos uma resposta da equipe de plantão do hospital que fez o atendimento, e foi informado em nota enviado com exclusividade para o nosso blog, que a paciente foi atendida e medicada devidamente e seguiu todos os procedimentos necessários para o caso.

Confira:

Venho por meio deste, esclarecer o real fato ocorrido, a paciente deu entrada na unidade acompanhada por familiares, apresentando sinais vitais estabilizados, após consulta foi para o acolhimento pois relatou sangramento nasal (epistaxe), embora já estivesse sem sangramento ativo no momento, e negava outros sintomas, foi atendida e medicada devidamente, ao apresentar mal-estar e sensação de desmaio, foi prontamente atendida, estabilizada com recuperação imediata dos sinais vitais. 

Devido a essa crise, foi providenciada imediata remoção para o HRTM com a paciente estável, consciente, contactante e ainda com sinais vitais estabilizados, acompanhada por uma profissional e em ambulância desta unidade, digo ainda que os familiares ao chegar no HRTM usaram de termos pejorativos chamando as duas unidades de "chiqueiro' que só haviam porcos, infringindo assim o Art. 331.

Contudo a familiar por nome de "Geruza" retornou a unidade e orientamos a procurar a Secretária de Saúde, onde a mesma deixou de almoçar e veio rapidamente, onde por intermédio dela conseguiu entrar em contato com algumas colegas de trabalho para solucionar o problema.

Equipe de plantão do Hospital Municipal Dr. Eilson Gurgel do Amaral

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.