Professor aposentado diz transformar-se em lobisomem e ter pleno contato com o sobrenatural

O professor aposentado e curandeiro, Antônio Batista de Souza, 81 anos, natural de Felipe Guerra/RN, afirma que desde a sua juventude, é capaz de transformar-se em qualquer animal inclusive “lobisomem”. ‘Antônio Padeiro’, como é conhecido, conta que lecionou durante 33 anos na Escola Municipal Valdomiro Pedro Viana, na comunidade rural de Sitio do Góis, município de Apodi/RN, e garante que lecionar nunca foi o seu principal dom, mas sim, a magia.
O fato é que ao longo das últimas décadas, pessoas de diversas partes do Brasil, viajaram milhares de quilômetros, somente para obter uma “consulta espiritual”, com o cidadão humilde, de baixa estatura, detentor de uma história repleta de obscuridades, de suposta ligação com o sobrenatural, a qual divide opiniões entre os felipenses. Afinal, seu Antônio realmente se transforma em lobisomem e outros animais? Eis a questão.

Resolvemos contar um pouco da história do seu Antônio. Para isto, fomos até o mesmo, que reside há muitos anos em uma casinha humilde e repleta de peculiaridades, situada na Rua Francisco Diógenes, no centro de Felipe Guerra/RN.
Ao chegarmos ao endereço, mesmo sem aviso prévio, fomos recebidos com todo carisma e a irreverência de seu Antônio, que logo nos convidou para entrarmos indagando-nos: “O que vocês querem com este velho, chegando assim tão cedo e tão ‘pradiantes”?” Explicamos que o nosso objetivo era colher com o mesmo algumas informações, às quais nos permitissem contarmos um pouco de sua História. Seu Antônio logo se mostrou gostando da ideia. “Entrem e sentem-se. Encontraram-me em um dia bom, pois, estou disposto a falar sobre qualquer assunto. Portanto, vão perguntando que eu vou respondendo.” Disse seu Antônio, nos deixando bastante a vontade.

– Seu Antônio, sempre ouvimos falar diversas histórias de suposto envolvimento da sua pessoa com o sobrenatural. Muitos acreditam, outros dizem que é papo furado. Hoje queremos ouvir da sua própria boca. Afinal, lobisomem existe mesmo ou é lenda? Perguntamos.

– Claro que existe. Existem muito mais coisas entre o Céu e a Terra, do que nós seres humanos somos capazes de imaginar. Respondeu seu Antônio demonstrando total seriedade.

– O senhor de fato, alguma vez na vida, já se transformou em lobisomem? Perguntamos ansiosos pela resposta.

– Sim. Com toda certeza. Isto na década de 70. E atualmente não viro porque não quero e não vejo necessidade. Afirmou seu Antônio.

– E tem mais. Não só lobisomem, mas vaca, cavalo, cachorro, porco ou qualquer outro animal, assim eu queira. Acrescentou seu Antônio, demonstrando a seriedade de quem detinha total convicção no tocante às suas declarações.
Aprofundando-nos acerca da origem de seu Antônio, descobrimos que o mesmo vem de uma família de origem humilde, de um total de 18 irmãos, sendo 6 homens e 12 mulheres. Somente aos 17 anos de idade, seu Antônio foi a um cartório fazer sua própria certidão de nascimento. Na época, optou citar como pai, em seu registro, o seu padrasto, com quem tinha maior afinidade. Atualmente, há apenas 6 irmãos vivos (incluindo ele), sendo 4 homens e 2 mulheres. Ele sempre residiu em Felipe Guerra, e os demais 5 residem atualmente em Mossoró/RN.

Continuamos fazendo algumas perguntas, às quais foram prontamente respondidas por seu Antônio.
– Seu Antônio, com que idade o senhor estabeleceu relação com o mundo espiritual? Como isto aconteceu? Perguntamos.

– Foi aos 12 anos de idade. Primeiro chegou uma pessoa lá em casa e disse: Antônio, ainda que você não queira, terá que desenvolver trabalhos espirituais. Essa pessoa veio de São Paulo. Ele me deu as primeiras orientações, segui tudo conforme ele me repassou, e deu certo. Depois disto não o vi mais. Meus livros de trabalho quem me deu foi Pedro Camapum. O Livro de São Cipriano e o livro Alma Gêmea. Destacou seu Antônio.

– Então estes dois livros citados abrem a porta do mundo espiritual? Perguntamos.

– Isto. Mas não me peçam para dar detalhe ou fazer qualquer demonstração, pois com a magia não se brinca. Jamais invoquem a magia em vão, muito menos para exibicionismo. E não podemos abrir as portas de um mundo, para quem não está preparado ou não nasceu para explorar ele. Respondeu seu Antônio, em tom de advertência.

– No tocante a religião, o senhor se considera espirita, seu Antônio? Continuamos a perguntar.

– Não exatamente. Desde os meus 12 anos eu desenvolvo o espiritismo, quase como uma obrigação. Por muitas vezes eu pensei e até tentei abandonar. Mas quando se trata de largar o espiritismo, querer não é poder. Simplesmente o espiritismo e tudo que o envolve não saem de mim. Porém o meu compromisso de coração é com Deus. Sou católico e devoto eterno de Santa Maria, à imaculada, mãe de Jesus. Esclareceu seu Antônio.

O suposto “encontro” de seu Antônio com Lúcifer

Seu Antônio disse ainda que, na época em que ele iniciou seus trabalhos espirituais, teve um encontro com Lúcifer, que tentou ludibria-lo para que o mesmo se tornasse um de seus seguidores. Mas segundo ele, seu compromisso sempre foi com Deus e suas ações sempre foram voltadas para o bem do próximo.

Voltamos a questioná-lo sobre suas supostas transformações em lobisomem e outros animais.

– Seu Antônio, quando ocorriam suas transformações, onde elas ocorriam? Em casa? No mato?

– No mato. Minhas vestes eu deixava em algum lugar, pelo avesso, para buscar depois. Respondeu.

– Quando transformado, o senhor mantinha total controle sobre suas ações? Perguntamos.

– Claro. Eu me mantinha consciente de tudo e reconhecia todos que eu encontrava pelos caminhos. Muitas vezes algumas pessoas me faziam algum mau, me agrediam. No outro dia muito cedo eu ia até aquela pessoa tomar satisfações. Afinal eu vinha quieto, sem fazer qualquer mau para aquelas pessoas. Explicou seu Antônio.

Seu Antônio chegou até a fazer um relato, contando que, em 1972, levou uma surra de uma pessoa quando estava transformado em um cachorro, na subida da ladeira que dar acesso ao bairro Cidade Baixa.

Antônio Padeiro vive na companhia de um cidadão por nome Emanoel, o qual seu Antônio diz ter adotado há 23 anos.
Adepto a animais, ele conta que tem três cachorros velhos e quatro novos de uma cria recente. Destacando as irmãs “Tuana” e “Luana”, às quais estão com ele há 22 anos. Além dos cães, seu Antônio declarou que cria também 20 gatos e um sapo.

Antônio Padeiro guarda em sua casa aproximadamente 18 imagens de “santos”, como Santa Rita de Cássia, Santa Luzia, Santa Teresinha, Nossa Senhora do Perpetuo Socorro, Nossa Senhora das Dores, Padre Cícero, São Miguel Arcanjo, São Francisco e vários outros. Ele conta que a relação dessas imagens com o trabalho, é “invocar o espírito Santo”.
Com exclusividade, ele nos autorizou a fotografar um de seus livros, o qual ele possui ha 42 anos, denominado “O Santo, Suas Histórias e Orações”, segundo ele, também usado em seus trabalhos de magia.

Seu Antônio garante que, apesar da idade avançada, constantemente ele ainda atende clientes, de muitas partes do Brasil, com as mais diversas causas a resolver. Ele contou que recentemente recebeu uma cliente, à qual tem um ex-namorado, que era casado, mas que agora se separou da esposa, e esta cliente quer reconquistá-lo nem que seja por força da magia.

O velho curandeiro nunca casou nem teve filhos. Seu Antônio conta que chegou a noivar com uma conterrânea.

“Eu estive noivo, mas no dia do casamento, fui até a Igreja da Passagem Funda, para me casar, quando fechei a porta e comecei a me arrumar, ouvi uma voz atrás da porta, perguntando: vai casar? Respondi: vou. E a voz disse: Não case, pois, você não nasceu pra casar, você tem uma missão, siga com ela.” Disse seu Antônio, falando sobre o dia em que ele deixou alguém a sua espera no altar, e não compareceu.

E aqui encerramos esta extensa matéria, onde contamos um pouquinho da vida de mais um histórico cidadão felipense, cabendo agora a todos que leem crer ou não, na história do professor aposentado que diz transformar-se em lobisomem.
Antonio guarda este e outros livros  “a sete chaves”.
Fonte: Rede News 360
Professor aposentado diz transformar-se em lobisomem e ter pleno contato com o sobrenatural Professor aposentado diz transformar-se em lobisomem e ter pleno contato com o sobrenatural Reviewed by Blog Foco Notícia on 19:57 Rating: 5

Nenhum comentário