Oito homens mais ricos detêm mesmo patrimônio que a metade mais pobre do mundo

Oito dos homens mais ricos do mundo concentram o mesmo patrimônio de 3,6 bilhões de pessoas – a metade mais pobre da humanidade, que detém 0,25% da riqueza global líquida.

O dado é do relatório "Uma economia humana para os 99%", que será divulgado nesta segunda-feira, dia 16, na Suíça. O material foi elaborado pela Oxfam, entidade que reúne diversas organizações não governamentais.

Segundo o relatório, nunca se produziu tanta riqueza, mas ela se concentra no grupo que compõe o 1% mais rico da população mundial, cuja renda aumentou 182 vezes mais que a dos 10% mais pobres entre 1988 e 2011.

Atualmente, o empresário espanhol Amancio Ortega, do grupo que detém a Zara, é o homem mais rico do mundo. Seu patrimônio é estimado em US$ 72,8 bilhões.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.