Protesto contra a reforma da Previdência mobiliza população em Felipe Guerra

(Foto: Márcio Costa)
Na manhã desta sexta-feira 31, dia em que acontece em todo país uma mobilização nacional contra a reforma da previdência, central sindical, estudantes, trabalhadores da educação e de outros segmentos de Felipe Guerra/RN, percorreram a principal avenida da cidade para manifestar contra as manobras do governo federal.

Os manifestantes aproveitaram o momento de luta, e exibiram cartazes com frases de "Fora Temer" no centro da cidade ao som das batidas de panela, onde também proferiram discursos contrários a reforma da previdência proposta pelo governo federal no largo da Caraíba.

Segundo o professor Elias Bernardino, o protesto é uma forma de demonstrar repúdio as medidas impopulares do governo: "Quando um líder vira as costas ao seu povo, o povo também há de rejeitá-lo, portanto, hoje, fomos às ruas demonstrar nosso total repúdio às medidas impopulares desse governo ilegítimo. No mais, deixamos um recado às lideranças municipais, as quais apoiaram figuras atuantes no legislativo federal e senado", disse.

Para o professor, a sociedade exige um posicionamento das lideranças municipais: "Exigimos que se posicionassem contrários à reforma da previdência vigente, como também, outras medidas imorais do atual governo, sob pena de travarmos renhida batalha política na próxima campanha em 2018, e rejeitarmos tais alianças com políticos que não se preocupam com as necessidades reais de seu povo, senão com a sustentabilidade da máquina capitalista, em detrimento de nossa dignidade". 

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.