Escola Estadual de Felipe Guerra repudia atitudes do coordenador geral e o da modalidade de futebol de Areia da 13ª Dired

A Escola Estadual Antônio Francisco de Felipe Guerra/RN, através dos professores de Educação Física, nos enviou uma nota de repúdio pelas atitudes do coordenador geral de educação física da 13ª Dired – Diretoria Regional de Educação de Apodi, que corroborou com as atitudes mal intencionadas do coordenador da modalidade de futebol de areia, punindo as escolas do município de Felipe Guerra (Escola Estadual Antônio Francisco e Escola Municipal José do Patrocínio Barra), onde as mesmas estariam se enfrentando numa partida de futebol de areia, na categoria infantil, onde à Escola Estadual Antônio Francisco e à Escola Municipal José do Patrocínio foram penalizadas com um W x W. Ambas perderam seus pontos por terem entrado na arena de jogo atrasadas.

Confira a nota de Repúdio na Íntegra:

A luta pelo ensino público, gratuito e de qualidade cobra um alto preço daqueles que se dispõe a enfrentá-la. Não é fácil estarmos sempre na luta por melhores salários, melhores condições de trabalho, melhor ensino, profissionais mais dedicados, melhor infra-estruturara nas escolas e principalmente por respeito daqueles que governam e dirigem alguns educacionais. E, nesse momento em que estão acontecendo os jogos e, onde à organização pede para que direção de escola, professores de educação física e demais profissionais da educação das escolas se envolvam mais na participação dos jogos escolares  do Rio Grande do Norte – JERN’S – à promotora do evento (13ª Dired – Apodi - RN) na pessoa do seu coordenador de educação física, pune as escolas que com muita luta e sacrifício fizeram esforços e colocaram suas equipes para participarem do evento, pela falta de bom senso e compreensão  do mesmo e do seu coordenador de modalidade de futebol de areia.

À Escola Estadual Antônio Francisco de Felipe Guerra – RN, vem repudiar veementemente as atitudes do coordenador geral de educação física da 13ª Dired – diretoria regional de Educação de Apodi, que corroborou com as atitudes mal intencionadas do coordenador da modalidade de futebol de areia, punindo as escolas do município de Felipe Guerra (Escola Estadual Antônio Francisco e Escola Municipal José do Patrocínio Barra), onde as mesmas estariam se enfrentando numa partida de futebol de areia, na categoria infantil, onde à escola Antônio Francisco e à escola municipal José do Patrocínio foram penalizadas com um W x W( Ambas perderam seus pontos por terem entrado na arena de jogo atrasadas.

No congresso técnico dos XLVII da regional de Apodi deste ano, um dos temas mais discutidos no mesmo, foi à questão do transporte para as equipes se deslocarem as arenas dos jogos, onde foi orientado que os professores de educação física e a direção das escolas deveriam encaminhar ofícios aos prefeitos, solicitando esse transporte, o que foi feito por ambas as escolas do município, mas infelizmente nesse dia do jogo aconteceu um problema com o motorista que estava na escala para conduzir as equipes e por isso chegamos atrasados por dois minutos e ambas as escolas foram declaradas perdedoras do jogo com os dois times já presente na arena do jogo. É aí, onde eu falo da falta de bom senso e compreensão, porque isso foi discutido e solicitado esse bom senso e compreensão por parte dos coordenadores de modalidades dos jogos no congresso técnico e não tiverem isso, penalizando as duas escolas do município num total desrespeito as escolas e ao município.

À Escola Estadual Antônio Francisco ao longo desses anos nunca deixou de participar dos jogos escolares, como também, nunca deu um W x O, mostrando respeito pelo evento e principalmente ajudando crianças e adolescentes na sua formação cidadã e esportiva. Essa é a única competição que nós temos para participar e envolvermos essas crianças e adolescentes no evento, aí vem o coordenador e pune as escolas, as crianças e os adolescentes, indo na contramão dos objetivos dos jogos escolares.

À Escola Estadual Antônio Francisco é tri-campeã estadual de futebol de areia na categoria mirim, várias vezes vice-campeã estadual na categoria infantil e, sempre ficando entre as seis melhores no estado na categoria juvenil ( ano passado ficou em terceiro ), fora os títulos de campeã que perdemos a conta ) nas categorias mirim, infantil e juvenil na regional de Apodi, como também, foi várias vezes campeã geral dos jogos na regional.

Por tudo isso, à Escola Estadual Antônio Francisco e os professores de educação física da mesma, exigimos mais respeito e consideração e tratamento igualitário por parte da 13ª Dired na pessoa do seu coordenador de educação física, como também o município de Felipe Guerra. Trate-nos de forma igualitariamente, sem punir desnecessariamente, crianças e adolescentes, que vocês mesmos pedem para ajudá-los e salvá-los desse mundo das drogas e da criminalidade através da prática esportiva.

Não foi a primeira vez que aconteceu isso não, de tomaram essas atitudes com à escola. Ano passado nos puniram da mesma forma quando à escola foi jogar contra a Escola Antônio Dantas e a gente entrando no ginásio deu um W x O e o pior, o árbitro para mostrar quem tinha autorizada, ainda nos humilhou e falou mal e mais uma vez o coordenador corroborou com a atitude tomada pelo árbitro. Outra situação foi no atletismo, penalizando a atleta da escola, hoje a mesma não quer nem saber mais de jern’s. Então, vejam que já aconteceram vários fatos contra à escola e o mais grave foi quando nos tiraram o titilo de campeã geral, dando o título a uma escola de Caraúbas, quando somaram os pontos de duas escolas de lá L. Gurgel (Lourenço Gurgel ) e L. Silvia ( Leônia Silvia ) premiando uma  delas com o título de campeã geral.

Lembramos-nos de uma situação que aconteceu com à escola, não sei precisar aqui o ano, quando nós ganhamos por W x O de uma escola de Carúbas que não chegou a arena de jogo porque uma ponte entre os municípios de Apodi e Caraúbas tinha se rompido e a equipe de Caraúbas chegou atrasada e ganhamos o jogo por W x O, mais à diretora da Dired na época mandou realizar um outro jogo e perdemos o título de campeão de futebol de areia na categoria infantil. Todos tiveram o bom senso e compreenderam aquela situação da escola de Caraúbas.

Diante de tantas perseguições contra a escola estamos seriamente pensando em nunca mais participarmos dos jogos escolares, onde vocês que fazem parte da organização estão nos forçando a isso. Não é fácil para nós participarmos. As dificuldades são muitas. Muitas coisas envolvidas: como alunos, pais, professores, direção de escola, dificuldade financeira, dificuldade política, enfim, muitas coisas evolvidas nesse momento dos jogos escolares. 

Por tudo isso, contra a escola, mais uma vez repudiamos veementemente todas essas agressões e desrespeito contra a mesma e o município de Felipe Guerra. Respeitem-nos, pois somos merecedores desse respeito. Fica aqui a nossa revolta contra essas atitudes descabidas. Vergonha, vergonha, vergonha. Respeitem a escola, respeitem essas crianças e adolescentes envolvidos nesse processo, respeitem o que são discutidos nos congressos técnicos. Cumpram com os objetivos dos jogos, pois só assim, os jogos escolares estarão contribuindo para a formação dessas crianças e adolescentes e os objetivos dos jogos serão alcançados.

Professores de Educação Física da EEAF

                                         Felipe Guerra – RN, 01 de setembro de 2017


OBS: Os citados na matéria, que queira usar o direito de resposta em nosso espaço, pode entrar em contato por email: thiagogamaoficial@live.com
Escola Estadual de Felipe Guerra repudia atitudes do coordenador geral e o da modalidade de futebol de Areia da 13ª Dired Escola Estadual de Felipe Guerra repudia atitudes do coordenador geral e o da modalidade de futebol de Areia da 13ª Dired Reviewed by Blog Foco Notícia on 15:59 Rating: 5

Um comentário

euclides ferreira disse...

A pergunta que faço é que se beneficiou com a desclassificação das equipes?
Parece que não é somente as escolas de Felipe guerra que estão sendo prejudicadas não, há rumores que outras escolas também estão pensando em boicotar o evento em próximas edições.