Ministério Público recomenda que Prefeitura de Apodi cancele todos os convênios que possui com APAMI

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN), através do promotor Frederico Augusto Pires Zelaya, enviou uma notificação à Prefeitura de Apodi recomendando o cancelamento de todos os convênios existentes com a Associação de Proteção à Maternidade e a Infância (APAMI), mantenedora da Maternidade Claudina Pinto.

A notificação chegou às mãos do prefeito Alan Silveira na tarde desta quinta-feira (07).

Conforme o documento, o Município tem 15 dias para “suspender, imediatamente, o convênio celebrado com a APAMI de Apodi para prestação de serviços de saúde, bem como a transferência de qualquer recurso público, que se abstenha de realizar novos convênios ou similares”.

O promotor usou como base para a recomendação o fato da APAMI ter descumprido os termos firmados no convênio de março de 2017, com a Prefeitura, e também o relatório técnico realizado pelo Centro de Apoio às Promotorias de Justiça da Saúde (Caop Saúde).

Segundo o prefeito Alan Silveira, esta notificação o pegou de surpresa. “Sinceramente, não esperava por esta recomendação. Agora, só nos resta sentar com o setor jurídico e com o grupo de trabalho que formamos com a APAMI e a Câmara, para outros esclarecimentos”, afirmou.

Fonte: Assecom
Ministério Público recomenda que Prefeitura de Apodi cancele todos os convênios que possui com APAMI Ministério Público recomenda que Prefeitura de Apodi cancele todos os convênios que possui com APAMI Reviewed by Blog Foco Notícia on 08 dezembro Rating: 5

Nenhum comentário