Professores da UERN decidirão rumo da greve nesta sexta, 23

Há mais de 100 dias em greve por salários, os professores da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN) se reunirão nesta sexta-feira, 23, para avaliar o movimento e decidir os próximos passos.

A principal reivindicação da greve é o pagamento de salários dos servidores. A categoria vem sofrendo com atraso salarial desde janeiro de 2016.

A greve da UERN se iniciou no dia 10 de novembro de 2017. Desde então, foram realizadas várias atividades unificadas com outras categorias, protestos e ocupação no prédio da Governadoria, em Natal, e da Assembleia Legislativa.

Atualmente, grande parte dos professores da UERN aguardam o pagamento de salários referentes ao 13º salário de 2017 e os meses de janeiro e fevereiro deste ano.

A presidente da Associação dos Docentes da UERN, Rivânia Moura, pontua a importância da participação da categoria na assembleia de amanhã.

"Estamos convocando esta nova assembleia por compreender a necessidade de reunir a categoria e dialogar sobre o atual momento da greve. Iremos fazer uma avaliação das perspectivas do movimento, pensando que o Governo segue em apresentar nenhuma proposta para os servidores da UERN, mas já abriu negociação com outras categorias”, afirmou Rivânia.

Nesta quarta-feira, 21, os servidores da saúde, que também estavam em greve há mais de 100 dias, decidiram encerrar a paralisação. 

“Encerrar a greve não significa que a luta acabou", diz Sindsaúde-RN após 100 dias de protesto mesmo o governo ainda não tendo o pago o 13º salário e colocado em dia o pagamento dos aposentados e pensionistas - onde o salário de quem ganha acima de R$ 4 mil não foi finalizado.

Fonte: Mossoró Hoje
Professores da UERN decidirão rumo da greve nesta sexta, 23 Professores da UERN decidirão rumo da greve nesta sexta, 23 Reviewed by Thiago Gama on 22 fevereiro Rating: 5

Nenhum comentário