Professores da rede estadual de ensino de Felipe Guerra entram em greve por tempo indeterminado


Os professores da Escola Estadual Antonio Francisco (EEAF) de Felipe Guerra iniciaram greve nesta quarta-feira (27) por tempo indeterminado. A adesão à greve foi decidido democraticamente em reunião de seu corpo docente, após diálogo com os pais de alunos e outros membros da comunidade.

A principal reivindicação dos profissionais da educação estadual é o pagamento da correção de 6,81% do Piso Salarial 2018, que até o momento não aconteceu. Além da correção do Piso, os profissionais da educação estadual também reivindicam melhorias nas condições de trabalho e o pagamento de direitos que, segundo eles, vêm sendo negados.

O movimento grevista no Estado foi deflagrado em assembleia da categoria, que aconteceu na última quinta (22) a partir das 14h30, na Escola Estadual Winston Churchill, no Centro de Natal.“Os trabalhadores já não aguentam mais serem massacrados pelo governo Robinson. Nossa pauta já acumula 51 itens. Nem mesmo o Piso (Salarial), que está previsto em lei, foi corrigido. Por isso, os profissionais decidiram dar um basta e decretar greve. Não há outra saída”, afirmou a coordenadora geral do Sindicato dos Trabalhadores da Educação do RN (Sinte/RN), professora Fátima Cardoso.
Professores da rede estadual de ensino de Felipe Guerra entram em greve por tempo indeterminado Professores da rede estadual de ensino de Felipe Guerra entram em greve por tempo indeterminado Reviewed by Blog Foco Notícia on quarta-feira, março 28, 2018 Rating: 5

Nenhum comentário