Pesquisar....

[leia] Por um fio…Henrique Alves enfrenta dificuldades para se consolidar.

(Foto: Revista VEJA)
Wilma é a saída do “acordão”
A fragilidade do governadorável Henrique Alves (PMDB), comprovada em pesquisa nas mãos dos principais personagens da sucessão estadual, coloca a ex-governadora Wilma de Faria (PSB) como opção do “acordão” para disputar o Governo do Estado. Ela quer. Porém, analisa a questão sob todos os ângulos. O que mais preocupa é o seu “telhado de vidro”, em virtude de quase uma dezena de escândalos de corrupção que marcou o seu governo. Enquanto isso, os Alves repensam o nome de Henrique, pois sabem que ele não conseguirá o “WO”, nem tem a simpatia para conquistar o RN pelo voto.

Henrique não empolga
É incrível como Henrique Alves não consegue consolidar o nome para governador junto aos eleitores e à própria base que ele construiu com rara habilidade. É comum ouvir de lideranças e políticos do andar de cima que não acreditam na postulação do herdeiro do governador Aluízio Alves. Essa é uma prova de que os acordos de gabinete quase sempre sofrem a rejeição de quem não foi chamado para ser ouvido.

Por César Santos - Jornal de Fato
BERIKAN KOMENTAR ()