Pesquisar....

Após ameaçar pesquisador, ex-prefeito Hulgo Costa assina um termo de desculpa diante das autoridades

Ex-prefeito Hulgo Costa foi acusado de ameaçar historiador
O pesquisador e historiador, Geraldo Fernandes, acusou o ex-prefeito de Felipe Guerra, Hulgo Costa da Silva, de ter-lo ameaçado em um Auto-Posto Amorim, localizado na Avenida Mira Selva em Felipe Guerra, região Oeste do Rio Grande do Norte

Segundo Geraldo Fernandes, o ex-prefeito estava aparentemente em estado de embriaguez, e o ameaçou em dá uma "surra", seguidas de várias ameaças. Diante de tal atitude, Geraldo procurou a delegacia de polícia na cidade de Apodi e formulou uma denúncia contra o mesmo. A audiência foi marcado para essa quinta-feira (28) na cidade de Apodi.

O primeiro a ser ouvido foi o ex-prefeito Hugo Costa. Ele alegou que não tinha ameaçado, mas tão somente solicitado ao Geraldo que não publicasse matéria do ano de 1999, onde mostrava que quatro vereadores estariam orientados pelo ex-prefeito Raimundo Pascoal para atingir o então prefeito Hulgo Costa. Essa época, as famílias Costa e Pascoal, estavam desunida.
Geraldo Fernandes acusa ex-prefeito Hulgo Costa
Por sua vez, Geraldo Fernandes reiterou as ameaças sofridas e mostrou algumas provas. Entre eles, um áudio que Hulgo Costa espalhou nas redes sociais. Também mostrou um recorte de jornais onde ele ameaçava o comerciante Gleicigene Bezerra no ano de 2015 de matar e 'arrancar figo'.

Diante da farta documentação o ex-prefeito Hulgo Costa assinou um termo, pedindo desculpa diante das autoridades, e reconhecendo o trabalho de Geraldo Fernandes como pesquisador para o bem do município de Felipe Guerra.

Página de um jornal da Gazeta do Oeste, foi o motivo principal

Confira a matéria de 2015: Ex-prefeito de Felipe Guerra ameaça matar e 'arrancar figo' de comerciante.

Foto 1: Santana Notícia/ Foto 2: Arquivo Geraldo Fernandes
Publicidade
BERIKAN KOMENTAR ()